Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Contribuição ao estudo da vascularização da placenta de bovinos da raça Nelore (Bos indicus, L. 1758) (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, DOMINIQUE FERNANDE ADAM PEREIRA DA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: PLACENTA; VASCULARIZAÇÃO EM ANIMAL; BOVINOS; ARTÉRIAS; VEIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Foram estudados os vasos cório-alantróides e os placentônios da placenta de 30 vacas da raça Nelore (4 a 8 meses de gestação). Os vasos umbilicais foram injetados com látex Neoprene. O cordão umbilical apresentou em média 21,65 cm. Uma anastomose interarterial umbilical foi observada em 73,33% dos casos, dos quais 72,73% com direção transversal. Ramos cordonais surgem 36,36% das anastomoses interarteriais, sendo que 87,5% irrigam cotilédones. Os placentônios distribuem-se formando 4 fileiras, próximas ao hilo, deixando a região dorsal ao feto sem placentônio. A média de placentônios por placenta foi de 84 (53 no corno gestante e 31 no corno não gestante). Os placentônios apresentam formas variadas, de ovóide a circular, sendo a ovóide a mais freqüente. Ocorre fusão de cotilédones. O número de placentônios pequenos e médios predomina sobre os grandes. Os maiores placentônios são encontrados ao redor do pedículo umbilical, e nenhum no corno uterino não gestante. As artérias dos cornos gestante e não gestante apresentam em média 41 ramos colaterais por placenta, dos quais 73,45% são do corno gestante. Há predominância de colaterais cotiledonários (79,2%), seguida pelos ramos mistos (14,79%) e pelos ramos intercotiledonários (6,01%). No corno uterino não gestante, há predominância de ramos colaterais (70,15%) sobre os mistos (25,85%) e os intercotiledonários (4,0%). Do lado venoso observou-se em média 45 afluentes por placenta, dos quais 72,21 % no corno gestante. Hápredominância de afluentes cotiledonários (75,41%) sobre os afluentes mistos (19,55%) e os afluentes intercotiledonários (5,04%). O corno não gestante, apresenta a mesma disposição : cotiledonários (62,03%), mistos (31,55 %) e intercotiledonários (6,42%). Observa-se uma correlação positiva entre o período gestacional e o número total de colaterais ou de afluentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300022617T.1141 FMVZ e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Dominique Fernande Adam Pereira da; MIGLINO, Maria Angélica. Contribuição ao estudo da vascularização da placenta de bovinos da raça Nelore (Bos indicus, L. 1758). 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Silva, D. F. A. P. da, & Miglino, M. A. (2002). Contribuição ao estudo da vascularização da placenta de bovinos da raça Nelore (Bos indicus, L. 1758). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva DFAP da, Miglino MA. Contribuição ao estudo da vascularização da placenta de bovinos da raça Nelore (Bos indicus, L. 1758). 2002 ;
    • Vancouver

      Silva DFAP da, Miglino MA. Contribuição ao estudo da vascularização da placenta de bovinos da raça Nelore (Bos indicus, L. 1758). 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: