Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização bioquimica, patogênica e molecular de isolados de Ralstonia solanacearum biovar 2 de batata e berinjela (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRINGEL, JOSE MAGNO MARTINS - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: BACTÉRIAS FITOPATOGÊNICAS; BATATA; BERINJELA; VARIAÇÃO GENÉTICA EM PLANTAS; MURCHA (DOENÇA DE PLANTA)
  • Language: Português
  • Abstract: A murcha bacteriana, causada por Ralstonia solanacearum, afeta principalmente as solanáceas, destacando-se as culturas da batata, berinjela, jiló, pimentão e tomate. No presente trabalho foi conduzida a caracterização molecular de isolados de R. solanacearum e sua possível relação com características relacionadas à morfologia, bioquímica, patogenicidade, agressividade e distribuição geográfica. Foram utilizados 51 isolados pertencentes à biovar 2, sendo 9 provenientes de berinjela e 42 de batata, coletados em diversas regiões brasileiras. A análise molecular permitiu separar os isolados em quatro grupos distintos de padrões de bandas para os iniciadores BOX e ERIC, e em cinco para o iniciador REP. Não foi encontrada relação dos grupos de isolados caracterizados molecularmente com tamanho de colônias, ocorrência de mutantes, produção de melanina, capacidade de colonização do sistema radicular e resistência a antibióticos/fungicidas. A identificação de isolados de batata, como biovar 2-A, e de berinjela, como biovar 2-T, com base em teste bioquímico do uso de trealose, foi confirmadas pela análise molecular. Não houve variação de agressividade entre os isolados inoculados em batata e berinjela, exceção feita ao isolado avirulento CNPH-65. Portanto, isolados das biovares 2-A e 2-T podem infectar estas duas hospedeiras com a mesma intensidade sob altas temperaturas. Para todos os isolados, o desenvolvimento da população bacteriana foi significativamente maior nosistema radicular de plantas das cultivares suscetíveis, tanto para batata como para berinjela. No entanto, dentro de cada cultivar, os isolados se comportaram de maneira semelhante, não sendo possível fazer distinção entre os mesmos. A tentativa de se associar grupos de isolados caracterizados molecularmente com os locais de origem revelou alguns aspectos interessantes. O grupo I agregou somente isolados do Paraná. No grupo II ficaram isolados da Bahia, ) Distrito Federal e do Paraná. No Grupo III, foram reunidos todos os isolados de berinjela e um único de batata, sendo todos procedentes do Distrito Federal. O grupo IV, de forma semelhante ao grupo II, reuniu isolados de locais diversos como Paraná, Goiás, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. Portanto, nos grupos I e III parece haver uma tendência de relação entre grupamento molecular e local de origem, enquanto que para os grupos II e IV, isolados de características genéticas similares são provenientes de locais distintos, apontando considerável diversidade genética do patógeno
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500034567t633.491 B858c ex.2 80443
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRINGEL, Jose Magno Martins; BEDENDO, Ivan Paulo. Caracterização bioquimica, patogênica e molecular de isolados de Ralstonia solanacearum biovar 2 de batata e berinjela. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-09012003-081030/ >.
    • APA

      Bringel, J. M. M., & Bedendo, I. P. (2002). Caracterização bioquimica, patogênica e molecular de isolados de Ralstonia solanacearum biovar 2 de batata e berinjela. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-09012003-081030/
    • NLM

      Bringel JMM, Bedendo IP. Caracterização bioquimica, patogênica e molecular de isolados de Ralstonia solanacearum biovar 2 de batata e berinjela [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-09012003-081030/
    • Vancouver

      Bringel JMM, Bedendo IP. Caracterização bioquimica, patogênica e molecular de isolados de Ralstonia solanacearum biovar 2 de batata e berinjela [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-09012003-081030/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: