Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito remineralizador da saliva artificial, associada ou não a dentifrícios fluoretados, no processo de desmineralização provocado por ciclagens de pH, em esmalte bovino (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NUNES, ANA CARLA ROBATTO - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: SALIVA ARTIFICIAL; DENTIFRÍCIO FLUORADO; DESMINERALIZAÇÃO DENTINÁRIA; CICLAGEM DE PH; BOVINOS
  • Language: Português
  • Abstract: Um modelo de ciclagem foi utilizado para avaliar a ação de dois dentifrícios contendo diferentes concentrações de flúor (550 e 1100 ppm NaF), no auxílio do processo de remineralização. Sessenta fragmentos de esmalte bovino, aleatoriamente divididos em 5 grupos, foram submetidos a períodos de desmineralização e remineralização, a 37o C, durante 7 dias. Foram realizados 4 ciclos de desmineralização, simulando 4 refeições diárias. Entre esses ciclos, três dos grupos experimentais foram imersos duas vezes por dia, em solução (1:3, peso/peso) contendo dentifrício e saliva artificial. Utilizou-se um dentifrício placebo (grupo C), ou seja, sem adição de flúor, e dois outros contendo 1100 e 550ppm NaF (D e E, respectivamente). Os outros grupos não receberam tratamentos. Um deles foi submetido somente aos ciclos de desmineralização e remineralização (B) e o outro atuou como um controle negativo, sendo somente imerso em solução desmineralizante (A). Os testes de microdureza KNOOP superficial e longitudinal (a 20, 40, 60, 80 e 100µm da superfície dentária) do esmalte foram realizados no início e no final do experimento, possibilitando assim uma comparação entre os valores obtidos. Para a análise estatística, foram empregados a Análise de Variância a um Critério e Teste de Tukey. O grupo A apresentou uma grande desmineralização da sua superfície, não sendo possível quantificá-la pela execução da microdureza superficial. Após quantificação da perda da dureza superficial(%PDS), os valores obtidos foram para os grupos B, C, D e E, respectivamente: 4, 01(±0,12), 3,92 (±0,12), 3,43(±0,13) e 3,31(±0,12). Para a microdureza longitudinal os valores foram: 20µm - 195(± 44,12), 207 (± 36,79), 231,82 (± 54,63), 272, 27 (±39, 16); 40 µm- 291,00 (±34,25), 299, 73 (±28,47), 336,18 (±45,43), 332,82 (±29,50); 60µm- 320,55(±23,62), 312, 55(±26,64), 351, 82(±25,65), 332,18 (±27,14); 80µm - 314,45 (±22,66), 302,00 (±34,97), 341,91(±24,59) ) 340,45 (±33,45); 100µm - 312,64(±26,97), 313,55 (±18,46), 329,45 (±34,35), 338,09(±15,14). Analisando os resultados obtidos, pode-se inferir que a saliva artificial desempenha efeito importante no processo de remineralização da superfície do esmalte potencializado pela ação do flúor. Tratando-se da microdureza superficial pode-se sugerir que o grupo submetido a menor concentração de flúor (550ppm NaF), apresentou desempenho semelhante quando comparado com o de maior concentração (1100ppm NaF). Após a realização da microdureza longitudinal, não foi possível observar relação de dose-resposta entre as concentrações dos dentifrícios e a diferenças entre os seus desempenhos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB11600015136N922a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NUNES, Ana Carla Robatto; LIMA, José Eduardo de Oliveira. Avaliação do efeito remineralizador da saliva artificial, associada ou não a dentifrícios fluoretados, no processo de desmineralização provocado por ciclagens de pH, em esmalte bovino. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, 2002.
    • APA

      Nunes, A. C. R., & Lima, J. E. de O. (2002). Avaliação do efeito remineralizador da saliva artificial, associada ou não a dentifrícios fluoretados, no processo de desmineralização provocado por ciclagens de pH, em esmalte bovino. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Nunes ACR, Lima JE de O. Avaliação do efeito remineralizador da saliva artificial, associada ou não a dentifrícios fluoretados, no processo de desmineralização provocado por ciclagens de pH, em esmalte bovino. 2002 ;
    • Vancouver

      Nunes ACR, Lima JE de O. Avaliação do efeito remineralizador da saliva artificial, associada ou não a dentifrícios fluoretados, no processo de desmineralização provocado por ciclagens de pH, em esmalte bovino. 2002 ;