Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Potenciais evocados auditivos de curta latência em portadores de distúrbios de aquisição de fala e linhagem (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORAIS, PAULO ROBERTO RIBEIRO DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: DISTÚRBIOS DA FALA; TRANSTORNOS DA LINGUAGEM; OTORRINOLARINGOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Amplitudes maiores das primeiras ondas elétricas em relação a onda V e os problemas de fala e linguagem. METODOLOGIA: Estudo descritivo, analítico, ambispectivo, onde os critérios para a seleção da amostra e definição de alguns parâmetros da avaliação se referem a dados de prontuário e diagnósticos pré-estabelecidos, enquanto que a avaliação otoneurológica se dá em forma prospectiva, obedecendo rigorosamente a um protocolo pré-definido. Utilizaram-se como instrumentos de avaliação a análise clínica, otoscopia, a audiometria de respostas elétricas do tronco cerebral, audiometria tonal limiar com discriminação vocal e/ou avaliação das otoemissões por produtos de distorção. Nos potenciais evocados do tronco cerebral foram analisadas: as amplitudes e latências absolutas das ondas I, II, III, IV e V e os intervalos interpicos I-III, I-V e III-V de cada orelha, isoladamente, e comparando-se os dois lados. Procedeu-se também a avaliação dos valores relativos das amplitudes das ondas I e III comparados com a onda V. RESULTADOS: Não foram observadas diferenças significativas nas latências e intervalos interpicos entre os dois grupos avaliados. A amplitude relativa das ondas I e III se mostrou um parâmetro potencialmente indicativo de disfunção das vias auditivas de tronco cerebral baixo, em pacientes com distúrbios na aquisição da fala e linguagem, uma vez que se registraram amplitudes das ondas I e III proporcionalmente maiores que as da onda V, oque é sugestivo de alterações retrococleares, mesmo na vigência de uma audição dentro dos limites da normalidade e na ausência de lesões importantes detectáveis em neuroimagem. CONCLUSÃO: A latência das ondas elétricas e os intervalos entre os picos das referidas ondas não mostraram diferenças significativas nos grupos estudados. A avaliação da amplitude se revelou como um indicador potencial, quando identifica uma maior amplitude das ondas elétricas iniciais, em relação com a onda V
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200060262Morais, Paulo Roberto Ribeiro de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAIS, Paulo Roberto Ribeiro de; OLIVEIRA, José Antonio Apparecido de. Potenciais evocados auditivos de curta latência em portadores de distúrbios de aquisição de fala e linhagem. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Morais, P. R. R. de, & Oliveira, J. A. A. de. (2002). Potenciais evocados auditivos de curta latência em portadores de distúrbios de aquisição de fala e linhagem. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Morais PRR de, Oliveira JAA de. Potenciais evocados auditivos de curta latência em portadores de distúrbios de aquisição de fala e linhagem. 2002 ;
    • Vancouver

      Morais PRR de, Oliveira JAA de. Potenciais evocados auditivos de curta latência em portadores de distúrbios de aquisição de fala e linhagem. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: