Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Critérios de segurança de fundações em estacas cravadas com consideração de controles executivos (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BILFINGER, WERNER - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PEF
  • Subjects: FUNDAÇÕES (ENGENHARIA); CRAVAÇÃO DE ESTACAS
  • Language: Português
  • Abstract: A segurança das estruturas é um tema cada vez mais atual, tendo em vista, por um lado, a necessidade de desempenhos melhores, e, por outro lado, a necessidade de economia. Especificamente na engenharia de fundações, segurança é hoje, apesar das normas existentes, um tema que gera controvérsias e polêmica. A Norma Brasileira NBR 6122 dá margem a interpretações que podem, dependendo da situação, levar a situações ambíguas. Este mesmo panorama se repete em outros países. O assunto de segurança nas fundações é avaliado para o caso específico de estacas cravadas. Inicialmente são avaliadas as formas de determinação experimental da capacidade de carga de estacas, essencialmente provas de carga estáticas e dinâmicas, mostrando-se que existem diferenças por vezes significativas entre estas metodologias e apresentando-se formas de uniformizar estes resultados. A seguir são apresentadas algumas metodologias usuais de previsão de capacidade de carga, baseadas tanto em sondagens com determinação da resistência à penetração, SPT, quanto em controles executivos, nega e repique. A partir de um banco de dados de provas de carga dinâmicas, estimam-se parâmetros estatísticos para cada uma das metodologias de controle avaliadas. Finalmente, a probabilidade de ruína dos elementos de fundação é estimada para os diversos tipos de previsão e variabilidades associadas. Esta avaliação, efetuada individualmente para cada uma das metodologias de controle e, adicionalmente,considerando-se o emprego simultâneo de diversas formas de previsão de capacidade de carga, revela ganhos significativos de segurança para um mesmo coeficiente de segurança nominal. Propõe-se, em função dos resultados obtidos, uma redução do fator de segurança global estabelecido pela norma NBR 6122, para obras nas quais as previsões de capacidade de carga sejam complementadas por controle sistemático de cravação das estacas por nega e por repique
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPEC31400020011FT-1728 v.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BILFINGER, Werner; HACHICH, Waldemar Coelho. Critérios de segurança de fundações em estacas cravadas com consideração de controles executivos. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Bilfinger, W., & Hachich, W. C. (2002). Critérios de segurança de fundações em estacas cravadas com consideração de controles executivos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bilfinger W, Hachich WC. Critérios de segurança de fundações em estacas cravadas com consideração de controles executivos. 2002 ;
    • Vancouver

      Bilfinger W, Hachich WC. Critérios de segurança de fundações em estacas cravadas com consideração de controles executivos. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: