Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos das radiações ionizantes na mucosa bucal normal de pacientes portadores de tumores malignos submetidos a tratamento radioterápico: aspectos clínicos (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BORAKS, SILVIO - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: MUCOSA ORAL; RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA; RADIAÇÃO IONIZANTE (EFEITOS); CARCINOMA (EFEITOS DE RADIAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por finalidade a avaliação clínica das alterações da mucosa bucal de pacientes portadores de tumores malignos tratados pela radioterapia cujo feixe central atingiu diretamente a região estudada. A radiomucosite é uma alteração da mucosa causada pelas radiações ionizantes emitidas para o tratamento dos tumores malignos bucais e regiões circunvizinhas. Caracteriza-se por inflamação da mucosa como uma reação adversa à radioterapia que ocorre em todos os casos variando de intensidade. É entretanto, um fenômeno reversível. Pode se tornar tão intensa que muitas vezes a técnica de aplicação tem que ser modificada, ou mesmo interrompida, fazendo com que o efeito do planejamento terapêutico não seja alcançado. A resposta da mucosa bucal ao traumatismo causado pela radioterapia está relacionada com a dose, tempo e forma de aplicação assim como duração de radioterapia. São descritos, neste trabalho, os aspectos clínicos da radiomucosite através de observações semanais onde foram estudados os sinais e sintomas provocados pela aplicação de radiação ionizante diretamente na mucosa bucal em pacientes portadores de tumores malignos no complexo maxilo-mandibular. Estas observações foram realizadas ao longo do tempo onde se notou de início eritema generalizado e após, ulceração e necrose, seguindo infecção secundária principalmente candidíase. Após este período inicial, em torno de 45 dias, a mucosa bucal torna-se hiperqueratótica adquirindoaspecto esbranquiçado principalmente no palato duro. Em aproximadamente 60 dias a mucosa bucal apresenta sinais bem definidos de restabelecimento da normalidade. Persiste todavia, por vezes definitivamente, a xerostomia e hipogeusia presentes desde a primeira semana até anos após a radioterapia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.11.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500015864CRFO117
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORAKS, Silvio; CHILVARQUER, Israel. Efeitos das radiações ionizantes na mucosa bucal normal de pacientes portadores de tumores malignos submetidos a tratamento radioterápico: aspectos clínicos. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Boraks, S., & Chilvarquer, I. (2002). Efeitos das radiações ionizantes na mucosa bucal normal de pacientes portadores de tumores malignos submetidos a tratamento radioterápico: aspectos clínicos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Boraks S, Chilvarquer I. Efeitos das radiações ionizantes na mucosa bucal normal de pacientes portadores de tumores malignos submetidos a tratamento radioterápico: aspectos clínicos. 2002 ;
    • Vancouver

      Boraks S, Chilvarquer I. Efeitos das radiações ionizantes na mucosa bucal normal de pacientes portadores de tumores malignos submetidos a tratamento radioterápico: aspectos clínicos. 2002 ;