Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Identificação da contribuição das fontes locais e remotas de poluentes na região metropolitana de São Paulo (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CCOYLLO, ODON ROMAN SANCHEZ - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: METEOROLOGIA; POLUIÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho visou a identificação das fontes locais e o impacto das fontes remotas para compostos do aerossol atmosférico da Região Metropoliatana de São Paulo (RMSP). Para a identificação das fontes locais utilizou-se o modelo receptor de Análise de Fatores (AF) sendo as fontes veiculares identificadas nessa modelagem, verificadas através das medidas experimentais em túneis. Já para a idenficação da contribuição das fontes remotas utilizou-se a análise de trajetórias de parcelas de ar. A AF foi aplicada à base de dados de Material Particulado Fino (MPF), amostrados na área urbana (campus da USP no Butantã) e suburbana/floresta (Parque Estadual das Fontes do Ipiranga). Essas bases de dados foram obtidas durante a primeira campanha de medições do projeto temático "Meteorologia e Poluição do Ar em São Paulo)", no inverno de 1999. Medidas de emissões do Material Particulado Inalável ('PM IND.10'), NOx, CO e 'SO IND.10' foram coletadas em dois túneis: Jânio Quadros (JQ) e Maria Maluf (MM). O primeiro túnel apresenta tráfego de veículos leves. O segundo apresenta tráfego de veículos leves e veículos pesados movidos à diesel. As medidas foram realizadas nos dias 13 de agosto e 10 de outubro de 2001, para o JQ e MM respectivamente . As concentrações de poluentes dentro dos túneis foram coletadas durante horários de tráfego, e concentração de poluentes de fundo foram medidas fora dos túneis no mesmo horário. Para o 'PM IND.10', as coletas foram realizadas nointerior e fora dos túneis, utilizando o equipamento Minivol. Os gases NOx, CO e 'SO IND.2' foram coletados em sacos de "Tedlar" dentro e fora dos túneis. As trajetórias de parcelas que chegam na RMSP foram obtidas utilizando-se o Modelo de Trajetória Cinemática em 3D. Esse modelo utiliza o campo do vento tridimensional obtido por modelagem numérica da atmosfera, através do Regional Atmospheric Modeling System (RAMS). Uma classificação da análise de ) ) trajetórias foi desenvolvida neste trabalho para cada dia, nos horários de 00 e 12UTC. Para cada horário foram calculadas 5 trajetórias de chegada em pontos definidos por um quadrado, centrado na cidade de São Paulo. Quando todas as cinco trajetórias originavam-se da mesma direção, eram agrupadas e esse dia classificado como dia núcleo. Esses dias foram estudados com relação aos gases CO, 'O IND.3 e o 'PM IND.10', no período de junho a agosto de 1999. Aplicando-se o modelo receptor a base de dados de MPF, 5 fontes locais na área urbana foram identificadas : ressuspensão de solo, emissões industriais, emissões veiculares, queima de óleo combustível e aerossol secundário (sulfato). Enquanto na área suburbana/floresta as fontes locais foram: ressuspensão de solo, queima de óleo combustível, vegetação, emissões industriais e emissões veiculares. Neste trabalho avaliou-se o grande impacto das fontes automotivas na emissão de material particulado. A partir de estudos nos túneis observou-se que o MPF para os doistipos de tráfego, é composto principalmente de Black Carbon (BC). No MPF a concentração de BC foi de 29% no túnel JQ e 55% no túnel MM. O valor da concentração de NOx, no túnel MM, é 2.5 vezez maior que o valor da concentração de NOx no interior do túnel JQ, indicando que essa grande emissão deve-se aos veículos movidos à diesel, confirmando o inventário oficial da CETESB. As análises das trajetórias de chegada na RMSP sugerem o sinal do transporte dos precursores do azônio, assim como o próprio ozônio, assim como o prórpio ozônio, a partir do Vale do Paraiba
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.11.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200023334CD-ROM 396
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANCHEZ CCOYLLO, Odon Roman; ANDRADE, Maria de Fátima. Identificação da contribuição das fontes locais e remotas de poluentes na região metropolitana de São Paulo. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Sanchez Ccoyllo, O. R., & Andrade, M. de F. (2002). Identificação da contribuição das fontes locais e remotas de poluentes na região metropolitana de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Sanchez Ccoyllo OR, Andrade M de F. Identificação da contribuição das fontes locais e remotas de poluentes na região metropolitana de São Paulo. 2002 ;
    • Vancouver

      Sanchez Ccoyllo OR, Andrade M de F. Identificação da contribuição das fontes locais e remotas de poluentes na região metropolitana de São Paulo. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: