Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo de cianobactérias em reservatório com elevado grau de trofia (reservatório de Salto Grande - Americana-SP) (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DEBERDT, GINA LUISA BOEMER - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: FITOPLÂNCTON DE ÁGUA DOCE; FÓSFORO; NITROGÊNIO; TOXINAS; RESERVATÓRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo das florações de cianobactérias potencialmente tóxicas é de fundamental importância, principalmente se tratando de um reservatório de grande valor econômico e social, devido a seus usos múltiplos e localização próxima a grandes centros urbanos como é o reservatório de Salto Grande (Americana - SP). Assim, este trabalho visou fornecer subsídios para formulação de prognóstico da ocorrência de cianobactérias e produção de toxinas em ambientes aquáticos com elevado grau de eutrofização. Para isto, a pesquisa foi desenvolvida em três escalas: em macrocosmo (represa), foi determinada a variação da ocorrência das espécies de cianobactérias e das demais classes fitoplanctônicas, e analisado o potencial tóxico das amostras coletadas nos meses chuvosos (janeiro, fevereiro e março/98) e de estiagem (junho, julho, agosto e setembro/98) em duas estações de coleta no reservatório de Salto Grande; em mesocosmo (tanques), verificou-se, durante o período de seca, as variações na ocorrência das classes fitoplanctônicas e das espécies de cianobatérias e produção de toxinas, em função da manipulação da razão N/P através da dosagem de nitrogênio e fósforo na água; em microcosmo (garrafões de vidro, em laboratório), foi testado o efeito da redução de fósforo e conseqüente aumento da razão N/P sobre o crescimento e produção de toxinas em culturas de cepas de Microcystis aeruginosa (Kützing) Kützing, isoladas a partir de amostras de florações desta espécie noreservatório de Salto Grande, durante os meses chuvosos e os secos. No ambiente foi detectada a presença de microcistinas na água de todos os dias de coleta, exceto em 25/02/99. Em geral, as concentrações estiveram abaixo do limite de aceitabilidade (1 micrograma por litro), com exceção da estação 2 nos dias 27/01/99 (39,53 micrograma por litro) e e 22/03/99 (3,98 micrograma por litro). Nos experimentos em mesocosmos notou-se um aumento da densidade fitoplanctônica ) nas 3 condições distintas. Na condição controle (sem manipulação), ocorreu um sensível aumento da porcentagem de contribuição das cianobactérias e diminuição dos demais grupos ao longo dos 11 dias. Na condição de razão N/P baixa, houve um pequeno aumento na porcentagem de contribuição das cianobactérias e clorofíceas, uma diminuição das criptofíceas e os demais grupos não apresentaram grandes alterações. Sob razões N/P alta, as cianobactérias tiveram um aumento, as clorofíceas mantiveram-se constantes e as criptofíceas diminuíram em relação às porcentagens iniciais. As condições dos tanques mantidos com razão N/P baixa foram mais favoráveis às clorofíceas. As cianobactérias apresentaram um aumento de biomassa nas condições dos tanques mantidos com razão N/P alta. Em microcosmos, a fase exponencial teve início no oitavo dia de cultivo em todos os testes. Ao completar aproximadamente 18 dias de experimento, notou-se uma diminuição no rendimento das culturas em meio ASM-1 com redução de fósforo.Em todas as escalas estudadas constatou-se que a concentração de microcistina esteve relacionada a fatores favoráveis ao desenvolvimento das espécies tóxicas. Entretanto, os fatores determinantes para o crescimento de cianobactérias tóxicas, apresentaram diferentes papéis em casa escala estudada. No macrocosmo, a estabilidade da coluna d'água foi fundamental para o estabelecimento de maiores densidades de espécies tóxicas. Nos mesocosmos, o enriquecimento foi responsável pelo aumento da densidade de espécies tóxicas. Nos microcosmos, a disponibilidade de fósforo esteve diretamente relacionada à taxa de crescimento de microcystis aeruginosa e conseqüentemente, ao aumento da concentração de microcistina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900014095T D286 GLB.e
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DEBERDT, Gina Luisa Boemer; CALIJURI, Maria do Carmo. Estudo de cianobactérias em reservatório com elevado grau de trofia (reservatório de Salto Grande - Americana-SP). 2002.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-18042016-112245/pt-br.php >.
    • APA

      Deberdt, G. L. B., & Calijuri, M. do C. (2002). Estudo de cianobactérias em reservatório com elevado grau de trofia (reservatório de Salto Grande - Americana-SP). Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-18042016-112245/pt-br.php
    • NLM

      Deberdt GLB, Calijuri M do C. Estudo de cianobactérias em reservatório com elevado grau de trofia (reservatório de Salto Grande - Americana-SP) [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-18042016-112245/pt-br.php
    • Vancouver

      Deberdt GLB, Calijuri M do C. Estudo de cianobactérias em reservatório com elevado grau de trofia (reservatório de Salto Grande - Americana-SP) [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-18042016-112245/pt-br.php