Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mecanismos da redução da lipólise no tecido adiposo de ratos adaptados à dieta hiperprotéica, livre de carboidratos (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARTINS, MARISTELA POLACHINI - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFI
  • Subjects: FISIOLOGIA DOS TECIDOS
  • Language: Português
  • Abstract: Estudos anteriores do laboratório mostraram que ratos adaptados à uma dieta hiperprotéica, livre de carboidratos (HP), apresentam reduzida taxa de lipólise, evidenciada por baixos níveis de ácidos graxos livres (AGL) plasmáticos e por reduzidas taxas de glicerol liberado em incubações com fragmentos de tecido adiposo ou adipócitos isolados. Para obter maiores informações sobre o mecanismo dessa redução foram investigados, no presente trabalho, os efeitos da dieta HP nos processos neurais de controle da lipólise e na atividade lipolítica dos adipócitos. Os ratos foram adaptados por 15 dias a uma dieta hiperprotéica (w/w, 70% de proteínas, 8% de gorduras, livre de carboidratos) ou a uma dieta controle (16% de proteínas, 66% de carboidratos, e 8% de gorduras) antes dos experimentos, os quais foram realizados no estado alimentado. Os resultados obtidos podem ser resumidos como a seguir: A adaptação à dieta HP não afetou significativamente nem a hiperglicemia, nem o aumento das concentrações plasmáticas de glicerol e AGL induzidos pela neurocitoglicopenia central, provocada pela infusão intracerebro-ventricular de 2-deoxi-d-glicose (10mg:30'mü'L, por 20min). A concentração de noradrenalina ou as atividades neuronais dos neurotransmissores (dopamina e serotonina) no VMH e LH não diferiram significativamente em ratos alimentados HP e controles. Em concordância com estudos prévios in vivo e em fragmentos do tecido adiposo ou adipócitos in vitro, a atividade lipolíticado tecido adiposo perfundido in situ, encontrava-se reduzida em ratos adaptados à dieta HP, como mostrado por concentrações diminuídas de glicerol no dialisado. Confirmando observações anteriores, a taxa de lipólise basal, (não estimulada), estimada pela liberação de glicerol para o meio de incubação, encontrava-se reduzida em adipócitos de ratos alimentados com dieta HP. A resposta lipolítica à agonistas adrenérgicos não-seletivos (noradrenalina, ) adrenalina, isoproterenol e fenilefrina) e seletivos (dobutamina, clembuterol, CL316,243 e BRL 37,344) estava reduzida em aproximadamente 40%, em adipócitos de ratos HP. Entretanto, a composição de adrenoceptores, a julgar pela potência relativa dos diferentes agonistas, era similar à de adipócitos de ratos controles. A inibição, por um antagonista específico ß3, SR 59,230, do aumento da lipólise induzida pela noradrenalina ou pelo CL 316,243 foi mais acentuada em adipócitos de ratos HP quando calculada como porcentagem das taxas na ausência do antagonista, mas não diferiu significativamente nos dois grupos experimentais, em termos absolutos. A resposta lipolítica a agentes lipolíticos que atuam intracelularmente (dibutiril AMPc-DBcAMP, forskolina - FSK ou isobutilmetilxantina - IBMX) encontrava-se reduzida em adipócitos de ratos HP. A estimulação da lipólise pelo DBcAMP e FSK estava reduzida em aproximadamente 45% em adipócitos de ratos HP, uma redução similar à obtida em experimentos com os agonistas adrenérgicos. Aredução da estimulação da lipólise por IBMX em adipócitos HP, foi menor (29%). A adição de adenosina deaminase (ADA) ao meio de incubação resultou em um aumento quantitativamente similar na atividade lipolítica de adipócitos de ratos HP e controles. A adição de ADA e IBMX induziu um aumento na lipólise similar ao induzido pelo DBcAMP isoladamente em adipócitos de ratos HP, mas não em adipócitos controles, nos quais o aumento induzido pelas duas drogas juntas foi menor do que aquele produzido pelo DBcAMP. A adaptação à dieta HP não afetou o conteúdo da proteína lipase hormônio sensível (HSL) nos adipócitos, mas induziu uma redução de 17% na atividade da enzima. Analisados em conjunto os dados acima permitem as seguintes inferências: A reduzida atividade lipolítica em ratos adaptados a dieta HP não parece ser devido a uma incapacidade do sistema nervoso central de responder a sinais (continuação) estimuladores da lipólise ou a mudanças na concentração de neurotransmissores centrais envolvidos na ativação simpática. A principal razão para a reduzida lipólise basal (não estimulada) em adipócitos de ratos HP parece ser uma modificação no processo intracelular de ativação da lipólise com uma menor proporção da lipase hormônio sensível na sua forma fosforilada (ativa). Tendo em vista estudos recentes da literatura, demonstrando que os mesmos agentes lipolíticos usados no presente trabalho aumentam a lipólise em adipócitos sem alterar o conteúdo ou a atividade daHSL, a reduzida resposta dos adipócitos HP aos agentes lipolíticos provavelmente resultou de uma deficiência dos processos intracelulares de ativação da lipólise, que não dependem da fosforilação da HSL. Não é possível descartar a hipótese de que a dieta HP não afeta a função ou a atividade dos adrenoceptores da membrana do adipócito. Outros estudos são necessários para esclarecer o motivo das alterações na atividade lipolítica dos adipócitos induzidas pela dieta HP. A hipótese é proposta de que elas sejam devidas a uma redução mantida da atividade simpática do tecido adiposo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.08.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200031480Affrri, Maristela P. Martins
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AFFÉRRI, Maristela Polachini Martins; MIGLIORINI, Renato Hélios. Mecanismos da redução da lipólise no tecido adiposo de ratos adaptados à dieta hiperprotéica, livre de carboidratos. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Afférri, M. P. M., & Migliorini, R. H. (2002). Mecanismos da redução da lipólise no tecido adiposo de ratos adaptados à dieta hiperprotéica, livre de carboidratos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Afférri MPM, Migliorini RH. Mecanismos da redução da lipólise no tecido adiposo de ratos adaptados à dieta hiperprotéica, livre de carboidratos. 2002 ;
    • Vancouver

      Afférri MPM, Migliorini RH. Mecanismos da redução da lipólise no tecido adiposo de ratos adaptados à dieta hiperprotéica, livre de carboidratos. 2002 ;