Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Composição isotópica e idade das mineralizações de Au epitermal do Distrito mineiro de Marmato, Noroeste da Colômbia (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINZÓN, FABIO HUMBERTO DIAZ - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: MINERALOGIA; ISÓTOPOS
  • Language: Português
  • Abstract: No Distrito Mineiro (Au-Ag) de Marmato, localizado nos Andes setentrionais da Colômbia, foi realizado um estudo de isótopos radiogênicos para caracterizar isotopicamente a mineralização visando obter informação sobre as possíveis rochas fontes dos fluidos hidrotermais; assim como para determinar tentativamente a idade das mineralizações. Para a caracterização isotópica e a discussão dos dados, a mineralização epitermal de ouro foi dividida em três níveis: na parte superficial, o denominado setor de Echandía, na parte intermediária (setor de Cien Pesos) e na parte profunda (setor de Marmato bajo). Nos minerais de mineiro e de ganga (pirita, esfalerita, galena, carbonato), foram realizados em total, 9 análises Sr/Sr, 7 análises Sm/Nd e 10 análises Pb/Pb. Nas rochas encaixantes realizaram-se 11 análises Sr/Sr em rocha (RT), 10 análises Sm/Nd e 1 Nd/Nd em RT e 7 análises Pb/Pb em RT. Na determinação da idade das mineralizações foi utilizado o método Rb-Sr em lixiviados de esfalerita, e também uma datação K-Ar em plagioclásio sericitizado. As amostras foram analisadas nos laboratórios do Centro de Pesquisas Geocronológicas da Universidade de São Paulo (CPGeo). Os minerais foram separados utilizando os métodos tradicionais, separador magnético (Frantz Isodynamic), meio denso (Iodeto de Metileno e Bromoformo), sendo purificadas por catação manual com auxílio de lupa binocular; as amostras de RT foram moídas em moinho de bolas com cápsulas revestidas em carbeto demais jovem do que a idade de formação do Stock de Marmato (encaixante das mineralizações) de 6,3'+OU-'0,7 Ma, K-Ar em horblénda (Restrepo et al., 1981); indicando uma duração aproximada do sistema hidrotermal de 700.000 anos. A idade também permite relacionar à mineralização com um ambiente tectônico de tipo distensional, originado por bacias tipo "pull apart" formadas na depressão do Cauca-Patía, pela reativação com movimento sinistral do Sistema de Falhas de Cauca Romeral originada pela acreção do arco Panamá Choco à borda NW de Sul América no Mioceno. Nos andesitos dacitos pórfiros encaixantes dos veios, obtiveram-se razões de 'Sr ANTIPOT.87'/'Sr ANTIPOT.86' entre 0,70444 e 0,70460 e do parâmetro ''épsilon'IND.Nd' entre +2,2 e +3,2; indicando magmas pouco diferenciados, interpretados como derivados do magmatismo associado à subducção da placa de Nazca no continente Sul Americano, sendo sua ascensão de ) forma rápida e controlada pelo Sistema de Falhas de Romeral. Nos sulfetos as razões 'Sr ANTIPOT.87'/'Sr ANTIPOT.86' estão entre 0,70500 e 0,71210 e o parâmetro ''épsilon'IND.Nd' entre -1,11 e +2,40 para a parte superficial e intermediária, e de +1,95 e +3,28 na parte mais profunda. No setor superficial, os resultados estão indicando uma participação importante das encaixantes, na circulação de fluidos hidrotermais meteóricos; já no setor de Marmato Bajo, o aporte das rochas porfiríticas é maior, e os fluidos parecem ser uma mistura de fluidoshidrotermal meteórico e hidrotermal magmático. Os valores isotópicos das razões 'Pb ANTIPOT.206'/'Pb ANTIPOT.204', 'Pb ANTIPOT.207'/'Pb ANTIPOT.204' e 'Pb ANTIPOT.208'/'Pb ANTIPOT.204', variaram entre 18,970-19,258, 15,605-15,910 e 38,813-39,751 respectivamente. Os resultados indicam a derivação do Pb dos sulfetos, das rochas encaixantes, principalmente do Dacito Andesito Pórfiro, com uma contribuição menor do xisto grafitoso do Complexo Arquíatungstênio. O ataque químico foi realizado com diferentes ácidos, nas sistemáticas Sr/Sr e Sm/Nd com HCl, HN'O IND.3' e HF; no caso do Pb/Pb com HCl, HN'O IND.3', HF e HBr; para K-Ar com 'H IND.2'S'O IND.4', HF, HN'O IND.3', N'H IND.4'OH e (N'H IND.4')2C'O IND.3'. A separação de elementos foi realizada em colunas de troca iônicas: no Sr/Sr foi usada a coluna de resina catiônica (AG WX8, 200-400 mesh); no Sm/Nd a coluna primária preenchida com resina ) catiônica (AG 50W X8, 200-400 mesh) e a coluna preenchida com pó de teflon (200 mesh); no Pb/Pb uma coluna de troca iônica (AG 1-X8 200-400, mesh chloride form Bio-Rad). As análises foram realizadas utilizando o espectrômetro VG 354, monocoletor, o espectrômetro VG 354, multicoletor, o espectrômetro tipo Mass Spectrometer Model 262, multicoletor; e para K-Ar um espectrômetro de tipo MS-1, com fonte iônica tipo "NIER". Para a seleção das amostras para análises isotópicas e suas interpretações, foi realizada uma descrição petrográfica e mineralógica das amostras, em total fizeram-se, 15 descrições petrográficas de seções delgadas, 11 de polidos e 7 no Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV). A idade K-Ar obtida para a mineralização de ouro, foi de 5,6'+OU-'0,6 Ma, em plagioclásio sericitizado do Dacito Pórfiro alterado hidrotermalmente. Esta idade é concordante com a idade da última reativação do Sistema de Falhas de Cauca-Romeral, 5,6'+OU-'0,4 Ma, Ar-Ar em biotita (Vinasco, 2001), e um pouco
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.11.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900011580T D542 FH.c e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DÍAZ PINZÓN, Fabio Humberto; TASSINARI, Colombo Celso Gaeta. Composição isotópica e idade das mineralizações de Au epitermal do Distrito mineiro de Marmato, Noroeste da Colômbia. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-25092015-145417/pt-br.php >.
    • APA

      Díaz Pinzón, F. H., & Tassinari, C. C. G. (2002). Composição isotópica e idade das mineralizações de Au epitermal do Distrito mineiro de Marmato, Noroeste da Colômbia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-25092015-145417/pt-br.php
    • NLM

      Díaz Pinzón FH, Tassinari CCG. Composição isotópica e idade das mineralizações de Au epitermal do Distrito mineiro de Marmato, Noroeste da Colômbia [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-25092015-145417/pt-br.php
    • Vancouver

      Díaz Pinzón FH, Tassinari CCG. Composição isotópica e idade das mineralizações de Au epitermal do Distrito mineiro de Marmato, Noroeste da Colômbia [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-25092015-145417/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: