Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Contaminação por matérias estranhas e microorganismos em farináceos vendidos a granel e empacotados (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PRADO, SONIA DE PAULA TOLEDO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: QUALIDADE DOS ALIMENTOS; HIGIENE DE ALIMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Considerando a importância, em termos de saúde pública, da qualidade dos alimentos e os riscos que estes podem trazer ocasionalmente à saúde da população, aliado ao fato de os farináceos serem alimentos altamente energéticos e consumidos pela maioria da população, o presente trabalho teve como objetivo verificar as condições higiênico-sanitárias dos farináceos comercializados no municlpio de Ribeirão Preto-SP. Foram avaliados os níveis de contaminação por matérias estranhas e por microrganismos presentes nos produtos farináceos, os quais foram comparados segundo o tipo de estabelecimento onde são comercializados, tipo de acondicionamento e estação do ano. Para isso, foram analisadas 320 amostras de quatro diferentes tipos de farináceos, sendo 160 vendidos a granel e 160 empacotados. Estes produtos foram colhidos em feiras livres, no mercado municipal, em supermercados e nas mercearias, totalizando 80 produtos para cada local de coleta; sendo 20 de farinha de milho, 20 de fubá de milho, 20 de farinha de mandioca crua e 20 de polvilho azedo. O período de coleta foi de fevereiro de 2001 a janeiro de 2002. Para as análises microbiológicas foram empregadas técnicas preconizadas no Compendium of Methods for Microbiological Examination of Foods (APHA-1992) e para as análises microscópicas foram utilizados métodos descritos na Association of Official Analytical Chemists Intemational (AOAC International-2000). O total de amostras em desacordo em alguma das análises foi de34,7% (microscópica: 31,6%; microbiológica: 4,4%). O farináceo mais contaminado foi o polvilho (55,0%), seguido do fubá de milho (31,2%), farinha de mandioca (30,0%) e farinha de milho (22,5%). Diferença estatisticamente significante entre os tipos de acondicionamento só foi encontrada no fubá de milho, na análise microscópica. Quanto às estações do ano, houve diferença significante na análise microscópica, no total de farináceos; na análise ) microbiológica, apenas para o fubá. Os estabelecimentos não mostraram qualquer diferença significante. Portanto, faz-se necessário programas de educação e treinamentos direcionados aos fabricantes e comerciantes, enfocando o controle das matérias primas, os cuidados em cada etapa do processamento, a higiene dos equipamentos, as condições ambientais, o ataque de pragas; orientando-os sobre os fatores que influem sobre a qualidade desses farináceos, além do alerta aos consumidores com relação a esses problemas. Finalizando, esses dados poderão servir como subsídios à ação da Vigilância Sanitária local, contribuindo para a melhoria dos produtos comercializados no município
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200060758Prado, Sônia De Paula Toledo
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRADO, Sônia de Paula Toledo; FRANCO, Antônio Ribeiro. Contaminação por matérias estranhas e microorganismos em farináceos vendidos a granel e empacotados. 2002.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.
    • APA

      Prado, S. de P. T., & Franco, A. R. (2002). Contaminação por matérias estranhas e microorganismos em farináceos vendidos a granel e empacotados. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Prado S de PT, Franco AR. Contaminação por matérias estranhas e microorganismos em farináceos vendidos a granel e empacotados. 2002 ;
    • Vancouver

      Prado S de PT, Franco AR. Contaminação por matérias estranhas e microorganismos em farináceos vendidos a granel e empacotados. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: