Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Correlações entre fragmentos do embasamento Pré-Mesozóico da terminação setentrional dos Andes Colombianos, com base em dados isotópicos e geocronológicos (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MOLINA, AGUSTIN CARDONA - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Subjects: GEOCRONOLOGIA; GEOQUÍMICA; PETROGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Foram realizadas análises geocronológicas U/Pb SHRIMP em zircão, Rb-Sr em rocha total e Ar/Ar em micas e anfibólios, bem como análises isotópicas em Sm-Nd em rocha total, em algumas das localidades mais representativas do embasamento Pré-Mesozóico disperso na terminação setentrional dos Andes Colombianos, visando determinar as características geológicas e temporais dos principais eventos tectônicos que formaram as rochas, e sua correlação regional. Estes resultados foram integrados aos dados geológicos existentes, assistidos por análises petrográficas e geoquímicas em algumas das amostras. Os resultados U/Pb SHRIMP em zircões de três gnaisses com metamorfismo de alto grau (Gnaisse de Jojoncito, Gnaisse de Dibuya e Gnaisse de Bucaramanga) apresentam o registro de uma extensa historia Mesoproterozóica, que inclui protolitos com heranças de idades entre 1250 Ma e 1550 Ma, um registro metamórfico policíclico com um primeiro evento entre 1140-1190 Ma, e um último evento melhor definido com idades pouco inferiores a 1000 Ma. O sistema Rb-Sr do Gnaisse de Dibuya preserva o registro parcial do evento metamórfico mais antigo. Idades modelo Sm-Nd entre 1450 Ma e 1900 Ma, obtidas nos gnaisses, são consideradas como idades médias de residência crustal, e sugerem a presença de materiais Mesoproterozóicos e mais antigos. Um meta-anortosito associado a uma seqüência de alto grau na Serra Nevada de Santa Maria, e um gnaisse hornblêndico apresentam ''épsilon' IND.Nd(1160)' Manegativo e levemente positivo, que em conjunto com as idades modelo Sm-Nd 'T IND.DM' do anortosito sugerem que este magmatismo foi possivelmente acompanhado de contaminação crustal. Dados geoquímicos de anfibolitos do Gnaisse de Dibuya também sugerem processos semelhantes na gênese destes protolitos. As características geocronológicas e isotópicas bem como o caráter geoquímico e petrográfico indicam que os protolitos destas rochas foram formados em um ) domínio predominantemente ensiálico, caracterizado por retrabalhamento crustal. O metamorfismo de alto grau pode ser relacionado aos eventos orogênicos de afinidade Grenvilliana associados à formação do Supercontinente Rodinia. Da comparação do registro geocronológico dos zircões com outras províncias tectônicas maiores, sugere-se que estes protolitos podem ter sido gerados na margem do Cráton Amazônico. Outros dois paragnaisses, relacionados a domínios mais ocidentais (Gnaisse do Complexo Sevilla e Gnaisse do Nus), apresentam também zircões com fontes mistas, sendo que ambos têm o registro de idades Meso e Neoproterozóica entre 880 Ma e 1400 Ma, e no caso do Gnaisse do Complexo Sevilla foram também identificadas fontes mais jovens até o Cambriano, caso de uma amostra em que forneceu 529 '+OU-' 10 Ma. Estas idades mostram a participação de fontes Mesoproterozóicas-Neoproterozóicas, e condiciona a formação dos protolitos dos Gnaisses de Sevilla antes do Cambriano, contrastando com as idades Proterozóicas do Gnaisse deDibuya localizado ao SE. Um granodiorito da Península da Guajira, que corta rochas metamórficas da Formação Macuira, apresenta idade U/Pb SHRIMP em zircão de 167 '+OU-' 9 Ma considerada como relacionada à sua cristalização, e idades de resfriamento a 350° C Ar/Ar em biotita entre 157 e 159 Ma. Idades Meso-Neoproterozóicas e Ordovicianas consideradas como heranças foram também obtidas. A rocha total apresenta idades modelo Sm-Nd de 1470 Ma e um ''épsilon'IND.Nd' para a idade de cristalização de -5,90. A presença de heranças e as características do Nd sugerem que a formação deste granitóide teve uma forte componente de material crustal mais antigo. O embasamento no que se encontra este granitóide apresenta também fontes Meso e Neoproterozóicas. Em conjunto, as idades Jurássicas e os indicadores mais antigos sugerem que este domínio é um fragmento para-autóctone à margem continental da ) América do Sul. As idades Ar/Ar em mica e anfibólios da maioria das rochas analisadas mostram espectros perturbados parcial ou totalmente, refletindo a presença de aquecimentos mais jovens, relacionados aos diferentes períodos de atividade magmática Andina no Jurássico, Cretáceo e Paleoceno-Eoceno que configuraram os Andes do Norte
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.03.2003
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900011709T C268 A.c e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARDONA MOLINA, Agustín; CORDANI, Umberto G. Correlações entre fragmentos do embasamento Pré-Mesozóico da terminação setentrional dos Andes Colombianos, com base em dados isotópicos e geocronológicos. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-07042015-090410/pt-br.php >.
    • APA

      Cardona Molina, A., & Cordani, U. G. (2003). Correlações entre fragmentos do embasamento Pré-Mesozóico da terminação setentrional dos Andes Colombianos, com base em dados isotópicos e geocronológicos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-07042015-090410/pt-br.php
    • NLM

      Cardona Molina A, Cordani UG. Correlações entre fragmentos do embasamento Pré-Mesozóico da terminação setentrional dos Andes Colombianos, com base em dados isotópicos e geocronológicos [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-07042015-090410/pt-br.php
    • Vancouver

      Cardona Molina A, Cordani UG. Correlações entre fragmentos do embasamento Pré-Mesozóico da terminação setentrional dos Andes Colombianos, com base em dados isotópicos e geocronológicos [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-07042015-090410/pt-br.php