Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da profundidade de polimerização de resinas compostas, através do ensaio de dureza Vikers e do número de radicais livres pelo método de ressonância paramagnética eletrônica (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, CRISTIANE SALGADO DE - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: POLIMERIZAÇÃO; RESINAS COMPOSTAS; RADICAIS LIVRES; RESSONÂNCIA PARAMAGNÉTICA ELETRÔNICA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente estudo foi avaliar o grau de polimerização e número de radicais livres de duas resinas compostas, através dos métodos de dureza Vickers e Ressonância Paramagnética Eletrônica (RPE). Foram utilizadas três técnicas de fotoativação: 1) 150 mW/'cm POT. 2' durante 20 segundos + 300 mW/'cm POT. 2' durante 20 segundos + 600 mW/'cm POT. 2' durante 20 segundos, 2) 150 mW/'cm POT. 2' durante 20 segundos + 600 mW/'cm POT. 2' durante 40 segundos e 3) 600 mW/'cm POT. 2' durante 60 segundos. Os materiais utilizados foram as resinas Z100 (3M) e Definite (Degussa). Para os ensaios de dureza, foram preparadas amostras com 5 mm de diâmetro e espessuras que variavam entre 2 e 4 mm. Após a polimerização, as amostras sofreram polimento, inicialmente com lixas d'água 1000, 1500 e 2000 e a seguir com discos de feltro e pasta diamantada para polimento. Para cada grupo foram confeccionadas 5 amostras, sendo as leituras realizadas nas superfícies de topo e base, nos tempos de 1 hora, 1 dia e 1 mês. Nos intervalos de tempo, as amostras foram armazenadas, em água deionizada em estufa a '37 GRAUS' CELSIUS. Para os ensaios de RPE, foram confeccionadas somente 2 amostras, para cada condição, diferindo apenas no armazenamento, que para esse teste, em função dos requisitos do equipamento, teve que ser a seco. Os resultados de dureza foram analisados estatisticamente, o mesmo não acontecendo com os de RPE, permitindo concluir que: a ativação com altasintensidades de luz, mostrou maiores valores de dureza, o que naturalmente deve provocar maior contração do material; quanto maior a espessura de material, menores foram os valores de dureza nas porções mais distantes do ponto de incidência da luz; quando comparadas as superfícies de topo que em todas as condições examinadas, a resina composta Z100, apresentou sempre média de valores de dureza maiores. No que diz respeito ao estudo dos radicais livres remanescentes, pode-se ) constatar que: os resultados do ensaio mostraram valores numericamente semelhantes, para ambos os materiais, espessuras e técnicas de fotoativação; foi visível também o decaimento dos mesmos em função do tempo. Em razão, provavelmente, das diferenças de composição entre os materiais estudados, não foi possível estabelecer uma correlação entre os resultados de dureza superficial e aqueles dos radicais livres
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.10.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB11600015472So89a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Cristiane Salgado de; ARAÚJO, Paulo Amarante de. Avaliação da profundidade de polimerização de resinas compostas, através do ensaio de dureza Vikers e do número de radicais livres pelo método de ressonância paramagnética eletrônica. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, 2002.
    • APA

      Souza, C. S. de, & Araújo, P. A. de. (2002). Avaliação da profundidade de polimerização de resinas compostas, através do ensaio de dureza Vikers e do número de radicais livres pelo método de ressonância paramagnética eletrônica. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Souza CS de, Araújo PA de. Avaliação da profundidade de polimerização de resinas compostas, através do ensaio de dureza Vikers e do número de radicais livres pelo método de ressonância paramagnética eletrônica. 2002 ;
    • Vancouver

      Souza CS de, Araújo PA de. Avaliação da profundidade de polimerização de resinas compostas, através do ensaio de dureza Vikers e do número de radicais livres pelo método de ressonância paramagnética eletrônica. 2002 ;