Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Memórias de vida, memórias de guerra: uma investigação psicológica sobre o desenraizamento social (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FROCHTENGARTEN, FERNANDO - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: MEMÓRIA AUTOBIOGRÁFICA; GUERRA; PSICOLOGIA SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese é uma pesquisa qualitativa em Psicologia Social. Seu objetivo é estudar, através de memórias de vida de judeus poloneses que sobreviveram à Segunda Guerra, o fenômeno do desenraizamento. O conceito foi extraído da obra de Simone Weil e introduzido na psicologia social brasileira por Ecléa Bosi e, mais tarde, por José Moura Gonçalves Filho. O pesquisador é neto de judeus poloneses sobreviventes do Holocausto. A companhia de seus avós tem lhe exigido recorrente elaboração e informou a organização desta pesquisa: um desdobramento disciplinado dessa convivência. O trabalho está dividido em três partes: Parte I: Através do contato do pesquisador com seus avós e alguns de seus amigos, discute as teorias da memória de Henri Bergson, Maurice Halbwachs e Ecléa Bosi, as relações entre desenraizamento e a experiência traumática da guerra e, a partir da obra de Hannah Arendt, a concepção fenomenológica da verdade que orienta a metodologia da pesquisa. Parte II: Apresenta as histórias de vida narradas por cinco judeus poloneses que, de modos diversos atravessaram a guerra. Parte III: Examina, por meio das lembranças recolhidas, as marcas do desenraizamento sobre a memória e a narração, tal como esta é abordada por Walter Benjamin. Uma ruptura biográfica corresponde à dimensão psicológica do desenraizamento. É a modalidade traumática que o acompanha. Ela prejudica a comunicação com o passado e reclama um trabalho psíquico que pode estender-se por toda a vida. Seus ferimentos seespalham sobre a biografia de quem os atravessa. Nesta medida, a compreensão de memórias de guerra exige a escuta de momórias de vida. Esta é uma investigação eticamente comprometida com necessidades psico-sociais, políticas e culturais das vítimas da guerra: pretende oferecer-se como um meio para alargar a reflexão dos sobreviventes acerca de si próprios e da vida no pós-guerra. O desenraizamento é um tema relevante no mundo contemporâneo. ) Esta pesquisa pretende contribuir para a discussão sobre alguns de seus males e seus remédios
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300012266T BF371 F924m e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FROCHTENGARTEN, Fernando; BOSI, Ecléa. Memórias de vida, memórias de guerra: uma investigação psicológica sobre o desenraizamento social. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Frochtengarten, F., & Bosi, E. (2002). Memórias de vida, memórias de guerra: uma investigação psicológica sobre o desenraizamento social. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Frochtengarten F, Bosi E. Memórias de vida, memórias de guerra: uma investigação psicológica sobre o desenraizamento social. 2002 ;
    • Vancouver

      Frochtengarten F, Bosi E. Memórias de vida, memórias de guerra: uma investigação psicológica sobre o desenraizamento social. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: