Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação clínica, radiográfica e imunohistoquímica da doença periodontal do paciente portador de Síndrome de Down (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: REZENDE, NATHALIE PEPE MEDEIROS DE - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: DOENÇAS PERIAPICAIS; SÍNDROME DE DOWN; PATOLOGIA BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: A literatura aponta a doença periodontal precoce e severa como uma achado frequentemente associado à síndrome de Down. Como fatores etiológicos estão a placa bacteriana, cálculo e maloclusão, bem como a deficiência do sistema imune destes pacientes. Esses aspectos têm sido estudados separadamente em amostras populacionais de portadores da síndrome de Down variadas. Frente a isso, nos propusemos a realizar uma avaliação clínica (através do índice de placa, índice gengival, índice comunitário periodontal e presença de cálculo), radiográfica (para a análise da perda óssea), e imunohistoquímica (através da evidenciação de linfócitos T, linfócitos T auxiliares, linfócitos B, neutrófilos, macrófagos, células de Langerhans e plasmócitos secretores de IgM e IgG) da doença periodontal de 40 pacientes portadores da síndrome de Down em atendimento no CAPE-FOUSP, com idades acima de 18 anos. Alterações dentais (hipodontia, dentes conóides, taurodontia, supranumerários, giroversão, apinhamento, cronologia de erupção e microdentes), índice de CPOD e índice de maloclusão também foram relacionados. O índice de placa (IP) variou entre 0,375 e 2,68, com média de 1,44 e o índice gengival (IG) variou entre 0,33 e 4, com média de 1,86. A maioria dos pacientes (57%) apresentou escore dois no índice comunitário periodontal (ICP) e 90% dos pacientes apresentou cálculo. A perda óssea verificada radiograficamente variou entre 0% e 83,3%, com média de 14,56%.Estatisticamente existiu uma baixa correlação entre perda óssea e ICP (p=0,004) e entre perda óssea e IG (p=0,001). Também existiu diferença estatisticamente significante entre as variáveis ICP e IG, quando comparadas a pacientes com e sem cálculo (respectivamente p=0,002 e p=0,001). Na análise imunohistoquímica, as células mais frequentemente encontradas foram os plasmócitos secretores de IgG e os linfócitos T. Não encontramos diferença estatisticamente significante entre os ) pacientes com ICP de 0 a 1 e de 3 a 4 com relação à nenhuma das células evidenciadas pela imunohistoquímica. A maioria dos pacientes apresentou hipodontia (86,6%), sendo a ausência mais freqüente a dos 3º molares, tanto superiores quanto inferiores, 40% dos pacientes apresentaram dentes conóides e/ou taurodontia, apenas 2,5% apresentaram supranumerários, 75% apresentaram giroversão, 42,5% apresentaram apinhamento e/ou alterações na cronologia de erupção e 55% apresentaram microdentes. O índice de CPOD variou entre zero e 26, sendo que a experiência média de cárie dos pacientes analisados foi de 12. A maioria dos pacientes (90%) apresentou índice de maloclusão de grau 2. Concluiu-se que a doença periodontal dos pacientes com SD analisados apresenta-se clinicamente de forma moderada, e associada à grande deposição de cálculo. Microscopicamente a DP destes pacientes apresenta-se de uma forma crônica com grande quantidade de plasmócitos e linfócitos T
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500009368T3.402
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REZENDE, Nathalie Pepe Medeiros de; MAGALHÃES, Marina Helena Cury Gallottini. Avaliação clínica, radiográfica e imunohistoquímica da doença periodontal do paciente portador de Síndrome de Down. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Rezende, N. P. M. de, & Magalhães, M. H. C. G. (2002). Avaliação clínica, radiográfica e imunohistoquímica da doença periodontal do paciente portador de Síndrome de Down. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rezende NPM de, Magalhães MHCG. Avaliação clínica, radiográfica e imunohistoquímica da doença periodontal do paciente portador de Síndrome de Down. 2002 ;
    • Vancouver

      Rezende NPM de, Magalhães MHCG. Avaliação clínica, radiográfica e imunohistoquímica da doença periodontal do paciente portador de Síndrome de Down. 2002 ;