Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Envolvimento de quimiocinas e seus receptores na miocardite induzida pela infecção experimental por Trypanosoma Cruzi (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACHADO, FABIANA SIMAO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: TRYPANOSOMA CRUZI; INFECÇÃO EXPERIMENTAL ANIMAL; IMUNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Um aspecto importante na doença de Chagas é a presença de infiltrado inflamatório no tecido cardíaco (miocardite). A lesão cardíaca progressiva que pode ocorrer após a infecção pode ser um fenômeno auto imune, mas é possível que seja em resposta a antígenos do parasita presentes no local. Para entender a fisiopatogenia da miocardite, um passo importante seria conhecer os mediadores que disparam a migração de leucócitos para o tecido cardíaco. Mensagens para várias quimiocinas são produzidas no coração de camundongos na fase aguda da infecção com T cruzi. Como o miocárdio também expressa mRNA para iNOS, nós avaliamos o papel de miócitos cardíacos na produção de quimiocinas, citocinas e ativação da iNOS. Miócitos cardíacos de fetos de camundongos normais foram isolados e cultivados com formas tripomastigotas, epimastigotas, amastigotas ou com antígeno de T cruzi e a expressão de mRNA e a produção de quimiocinas e de NO foi avaliada por RT-PCR, ELISA e imunohistoquímica. Visto que NO é um importante mediador da morte de parasitas, nós avaliamos se miócitos cardíacos exibiam atividade tripanocida após o estímulo com diversas quimiocinas. Os resultados mostraram que as formas tripomastigotas induziram expressão de mRNA para iNOS e baixos níveis de nitrito foram detectados nas culturas. A adição das quimiocinas JE, MIP-l'alfa', MIP-1ß, CRG-2, MIP-2, KC e RANTES nas culturas resultou em significante produção de NO e inibição do crescimento intracelular dos parasitas. Noentanto, altos níveis de NO e marcada atividade tripanocida foi observada quando as quimiocinas foram adicionados simultaneamente às culturas. Nós também avaliamos o papel de óxido nítrico, na modulação da produção de quimiocinas por cardiomiócitos infectados com T cruzi. Nós encontramos que adição de L-NMMA nas culturas de cardiomiócitos cultivados com IFN-'gama' e TNF-'alfa' resultou em significante aumento da secreção de MIP-1ß, MIP-2, RANTES, .. KC, e JE nos sobrenadantes. O papel de NO na regulação da produção de quimiocinas foi confirmado usando cardiomiócitos de camundongos "Knockout" para iNOS (iNOS-/-). O papel de NO na modulação da produção de quimiocinas também foi avaliado in vivo. Os resultados mostraram um pronunciado aumento da expressão de mRNA para quimiocinas, em corações de camundongos iNOS-/-, 10 e 15 dias após inoculação do parasita, quando comparado com camundongos WT infectados. Também investigamos se quimiocinas e seus receptores em leucócitos podem direcionar a migração de leucócitos para o coração de camundongos infectados com T cruzi. Por ensaio de proteção a RNase (RPA), nós detectamos expressão de mRNA para as quimiocinas (RANTES, eotaxin, MIP-1ß, MIP-1'alfa', MIP-2, JE) e para os receptores de quimiocinas (CCR1, CCR2 e CCR5) nos corações de camundongos infectados. Por Facs, nós avaliamos a expressão de CCR5 em linfócitos CD4+ e CD8+ retirados de infiltrados inflamatórios de coraçõe,s de camundongos 17 dias apósinfecção com T cruzi, Os resultados mostraram que há uma incidência maior de células CD8+presentes no infiltrado inflamatório do que CD4+, e que CD8+ expressam altos níveis de CCR5 e Fas-L. Resumidamente, esses resultados sugerem que miócitos cardíacos exercem atividade tripanocida mediada pelo NO e podem desempenhar importante papel no recrutamento de leucócitos para o sítio de infecção. Dessa forma, citocinas pró-inflamatórias e quimiocinas produzidas no miocárdio possivelmente auxiliam no controle do crescimento do parasita, no influxo celular e, portanto, podem participar da fisiopatogenia da cardiomiopatia chagásica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.02.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200059659Machado, Fabiana Simão
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Fabiana Simão; SILVA, João Santana da. Envolvimento de quimiocinas e seus receptores na miocardite induzida pela infecção experimental por Trypanosoma Cruzi. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Machado, F. S., & Silva, J. S. da. (2003). Envolvimento de quimiocinas e seus receptores na miocardite induzida pela infecção experimental por Trypanosoma Cruzi. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Machado FS, Silva JS da. Envolvimento de quimiocinas e seus receptores na miocardite induzida pela infecção experimental por Trypanosoma Cruzi. 2003 ;
    • Vancouver

      Machado FS, Silva JS da. Envolvimento de quimiocinas e seus receptores na miocardite induzida pela infecção experimental por Trypanosoma Cruzi. 2003 ;