Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Síndrome hepatopulmonar em cirróticos candidatos a transplante de fígado (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIMA, BEATRIZ LINS GALVAO DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: CIRROSE HEPÁTICA; TRANSPLANTE DE FÍGADO
  • Language: Português
  • Abstract: A síndrome hepatopulmonar (SHP) é definida por uma tríade clínica que inclui disfunção hepática e/ou hipertensão portal, anormalidades de trocas gasosas e dilatações vasculares intrapulmonares (DVIP). Considerada, atualmente, uma das indicações de transplante de fígado, seu diagnóstico tem despertado grande interesse. O presente estudo teve por objetivos determinar a freqüência e características clínicas da SHP em cirróticos candidatos a transplante de fígado, bem como a freqüência de DVIP na amostra avaliada. Foram estudados 56 pacientes, através de ecocardiografia com contraste (ECC), cintilografia pulmonar com macroagregados de albumina marcados com Tecnécio (MAA 99mTc), prova de função pulmonar com medida de difusão de monóxido de carbono (DLco) e gasometria arterial. A presença de DVIP foi graduada, pela ECC, de 1-4+ a depender da quantidade de microbolhas presente em câmaras cardíacas esquerdas. Foi considerada SHP a presença de PaO2 menor que 70 mmHg ou gradiente alvéolo-arterial de oxigênio P(A-a)O2 maior que 20 mmHg associado à detecção de DVIP. A SHP foi detectada em 9/56 (16%) pacientes. As medianas de DLco, saturação de oxigênio e PaO2 nos pacientes com SHP (51 ± 5 anos), foram significantemente menores quando comparadas aos pacientes sem SHP (p=0,013, 0,0005 e 0,0001, respectivamente). Observou-se, também, maior mediana de P(A-a)O2 nos pacientes com a síndrome (p<0,0001). Não foi verificada diferença estatística entre os dois grupos em relação àscaracterísticas demográficas e clínicas, incluindo dispnéia, ascite, aranhas vasculares e hipocratismo digital, nem tampouco quanto aos demais parâmetros de provas funcionais respiratórias. A cintilografia pulmonar com MAA 99mTc foi positiva em 3 (5%) pacientes, todos com SHP. Pacientes com SHP apresentaram fração de shunt, detectada pela cintilografia pulmonar, superior aos pacientes sem SHP (p=0,0065). As DVIP foram diagnosticadas em 25/56 (45%) ) pacientes. Desses, 16 (64%) não preenchiam critérios para SHP. A avaliação semi-quantitativa do grau de DVIP demonstrou que pacientes com graus mais avançados (2-4+) tenderam a apresentar maior P(A-a)O2 e menor PaO2, porém, sem significância estatística. Concluímos que a freqüência de SHP foi de 16%. Nenhum dos dados clínicos e/ou demográficos foi útil no diagnóstico de SHP. O P(A-a)O2 mostrou-se mais fidedigno que a PaO2 na determinação de anormalidades de trocas gasosas. As DVIP estiveram presentes em 45% dos pacientes. Entretanto, a maioria não apresentou alterações de trocas gasosas, não preenchendo critérios para SHP. Pacientes com graus mais avançados de DVIP tenderam a apresentar menores valores de PaO2 e maiores P(A-a)O2. A cintilografia pulmonar foi positiva em 1/3 dos pacientes com SHP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.02.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200029904Lima, Beatriz Lins Galvao de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Beatriz Lins Galvão de; FRANÇA, Alex Vianey Callado. Síndrome hepatopulmonar em cirróticos candidatos a transplante de fígado. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Lima, B. L. G. de, & França, A. V. C. (2003). Síndrome hepatopulmonar em cirróticos candidatos a transplante de fígado. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lima BLG de, França AVC. Síndrome hepatopulmonar em cirróticos candidatos a transplante de fígado. 2003 ;
    • Vancouver

      Lima BLG de, França AVC. Síndrome hepatopulmonar em cirróticos candidatos a transplante de fígado. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: