Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito do milho geneticamente modificado (Mon810) em Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) e no parasitóide de ovos Trichogramma spp (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERNANDES, ODNEI DONIZETE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: BACTÉRIAS ENTOMOPATOGÊNICAS; LAGARTAS; INSETOS NOCIVOS; INTERAÇÃO PLANTA-INSETO; MELHORAMENTO GENÉTICO; MILHO; INSETOS PARASITAS
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa teve por objetivo estudar a biologia de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) no milho MON810, que expressa a proteína Cry1Ab de Bacillus thuringiensis Berliner, bem como avaliar a interação tritrófica: milho MON810 vs S. frugiperda vs Trichogramma spp.. A biologia de S. frugiperda foi avaliada, por três gerações sucessivas em laboratório, utilizando-se o milho convencional e MON810. Os insetos mantidos em folhas de milho MON810 apresentaram maior duração do período larval e pré-pupaL, com menor viabilidade do que aqueles alimentados em milho convencional. A fase de pupa (fêmea e macho) foi similar entre os tratamentos, apesar da menor viabilidade e menor peso de pupas no milho MON810. Apesar da ação deletéria da proteína Bt, presente no milho geneticamente modificado para as fases imaturas de S. frugiperda, a longevidade dos adultos, o período de oviposição, o número de posturas, o número médio de ovos por postura e a duração da fase de ovo foram semelhantes entre os tratamentos. O número total de ovos por fêmea, no entanto, foi menor no milho geneticamente modificado. A duração média do ciclo biológico (ovo - adulto) foi maior em insetos mantidos em milho MON810, sendo a viabilidade total menor neste substrato. Foi observado que a taxa líquida de reprodução (Ro) e a razão finita de aumento (ë) foram menores nos insetos alimentados em milho MON810. As lagartas de S. frugiperda apresentaram comportamento canibal independente dosubstrato alimentar utilizado; porém, tal canibalismo foi mais acentuado no milho MON810, provavelmente devido a presença da proteína Bt. O consumo de área foliar por lagartas de S. frugiperda foi menor no milho MON810, sendo a eficiência do alimento digerido (ECD) menor e o custo metabólico maior neste substrato, em relação ao milho convencional. Em nível de campo, através de experimentos com ) infestações artificiais e naturais de S. frugiperda, observou-se que o milho MON810 determinou a redução populacional deste lepidóptero, nos diferentes estádios fenológicos estudados, protegendo a cultura do dano da praga. Os estudos de interação milho MON810 vs S. frugiperda vs Trichogramma atopovirilia (Oatman & Platner, 1983) foram efetuados por cinco gerações consecutivas do parasitóide e da praga em laboratório. Observou-se que não houve diferenças quanto a capacidade de parasitismo, a porcentagem de emergência, o número de parasitóides emergidos, a razão sexual e a longevidade do parasitóide quando T. atopovirilia foi criado em ovos de fêmeas que alimentaram-se de milho MON810 ou milho convencional. A qualidade nutricional dos ovos de S. frugiperda foi semelhante entre os tratamentos, não ocorrendo prejuízos ao parasitismo por T. atopovirilia. Em campo, a distribuição de posturas de S. frugiperda, em relação ao estádio fenológico da planta e superfície da folhas, foi semelhante entre os milhos MON810 e convencional. A porcentagem de ovos naturalmente parasitados porTrichogramma spp. também foi similar entre estes tratamentos, ocorrendo a predominância da espécie T. pretiosum (Riley, 1879) em relação a T. Atopovirilia condições de campo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2003
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500035966t633.15 F363e e.2 81745
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Odnei Donizete; PARRA, José Roberto Postali. Efeito do milho geneticamente modificado (Mon810) em Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) e no parasitóide de ovos Trichogramma spp. 2003.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-12052003-141132/ >.
    • APA

      Fernandes, O. D., & Parra, J. R. P. (2003). Efeito do milho geneticamente modificado (Mon810) em Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) e no parasitóide de ovos Trichogramma spp. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-12052003-141132/
    • NLM

      Fernandes OD, Parra JRP. Efeito do milho geneticamente modificado (Mon810) em Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) e no parasitóide de ovos Trichogramma spp [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-12052003-141132/
    • Vancouver

      Fernandes OD, Parra JRP. Efeito do milho geneticamente modificado (Mon810) em Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) e no parasitóide de ovos Trichogramma spp [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-12052003-141132/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: