Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo: uma proposta de predição de risco (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, ADRIANA CRISTINA DE - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: INFECÇÃO HOSPITALAR; SISTEMA DIGESTÓRIO (CIRURGIA); FATORES DE RISCO; VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo de caráter epidemiológico, tipo coorte, prospectivo, realizado no Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo (CAD), em dois hospitais gerais de ensino, da cidade de São Paulo. Teve por objetivo geral: desenvolver um índice preditivo de risco, para a infecção do sitio cirúrgico (ISC), em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo e comparar sua capacidade preditiva com o índice de risco do National Nosocomial Infection Surveillance (NNIS). Os objetivos específicos foram: determinar a incidência de infecção do sítio cirúrgico intra-hospitalar e após a alta, avaliar os possíveis fatores de risco para ISC: idade, sexo, procedimento cirúrgico realizado, condição de realização da cirurgia, condição clínica do paciente (Sociedade Americana de Anestesiologia - ASA), obesidade (Índice de Massa Corpórea - IMC), presença de neoplasia, classificação da ferida operatória, duração do procedimento cirúrgico, uso de antibioticoterapia, permanência pré-operatória, gravidade da doença de base do paciente, uso de anestesia, cirurgia laparoscópica, além de validar o índice de risco NNIS e compará-lo com o modelo alternativo. Todos os pacientes submetidos a CAD, no período de agosto de 2001 a março de 2002 foram acompanhados, de acordo com os critérios estabelecidos pela metodologia NNIS, durante a internação e após a alta hospitalar, até o trigésimo dia da data da cirurgia, por retorno ambulatorial e contato telefônico. No período do estudo,obteve-se uma incidência global de ISC de 24,5%; foram notificadas 149 ISC, sendo 33 (22,1%) durante a internação e 116 (77,9%) após alta hospitalar. Considerando, apenas a incidência intra-hospitalar da ISC, esta foi apenas 5,4%. Em relação aos possíveis fatores de risco para ISC, estiveram associados à sua ocorrência na análise univariada: unidade, obesidade, risco cirurgia, duração ajustada, cirurgia laparoscópica, potencial de contaminação, anestesia e o ) uso de antibiótico. Todas estas variáveis mostraram-se estatisticamente significativas à ocorrência da ISC, p<0,05. Para a análise multivariada, pela regressão logística foram incluídas todas as variáveis que apresentaram um valor de p<0,20: unidade, obesidade, risco cirurgia, duração ajustada, cirurgia laparoscópica, potencial de contaminação, anestesia, uso de antibiótico, tipo de cirurgia. No entanto, perderam a significância estatística: unidade, anestesia, uso de antibiótico, tipo de cirurgia. Para construção do modelo alternativo, foram incluídas: obesidade, risco cirurgia, duração ajustada, cirurgia laparoscópica e potencial de contaminação. Na validação do Modelo NNIS, foi incluída a variável ASA, por ser parte constituinte do mesmo e pela sua importância epidemiológica. Após a construção do modelo na validação do índice de risco NNIS, verificou-se que o mesmo mostrou pouco preditivo à ocorrência da ISC, na amostra estudada, sendo avaliado em relação ao ajuste dos dados, pelo teste deadequação de Hosmer-Lemeshow e pelo poder de discriminação obtido pela curva ROC, [(0,652); 0,627; IC 95,0% 0,575 - 0,678]; modelo alternativo [(0.895); 0,753; IC 95,0% 0,708 - 0,799]. A validação do modelo alternativo não se constituiu objetivo deste estudo, mas foi verificada melhor área sob a curva e, portanto, melhor acurácia em relação ao Modelo NNIS. Os resultados deste estudo oferecem aos profissionais do controle de infecção hospitalar novas perspectivas para continuidade da busca de um índice de risco do paciente de cirurgia do aparelho digestivo e que apresente maior acurácia em relação ao atualmente adotado, considerando as peculiaridades dos procedimentos cirúrgicos realizados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.06.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Adriana Cristina de; CIOSAK, Suely Itsuko; FERRAZ, Edmundo Machado. Infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo: uma proposta de predição de risco. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Oliveira, A. C. de, Ciosak, S. I., & Ferraz, E. M. (2003). Infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo: uma proposta de predição de risco. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Oliveira AC de, Ciosak SI, Ferraz EM. Infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo: uma proposta de predição de risco. 2003 ;
    • Vancouver

      Oliveira AC de, Ciosak SI, Ferraz EM. Infecção do sítio cirúrgico em pacientes submetidos à cirurgia do aparelho digestivo: uma proposta de predição de risco. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019