Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo da distribuição das tensões ao redor de implante osseointegrado e dente natural, em prótese fixa, comparando-se conectores rígidos e semi-rígidos, através de análise fotoelástica (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MONTOYA RODRIGUEZ, CESAR AUGUSTO MONTOYA - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Subjects: PRÓTESE PARCIAL FIXA; IMPLANTE DENTÁRIO ENDOÓSSEO; TENSÃO ESTRUTURAL; ELASTICIDADE DAS ESTRUTURAS (ANÁLISE)
  • Language: Português
  • Abstract: A diferença de movimentos que existe entre o implante osseointegrado e o dente natural, quando usados como suportes em próteses parciais, causa questionamentos em sua indicação. Também o uso de uma conexão rígida ou semi-rígida, e sua localização, causam divisão entre os autores. O objetivo deste trabalho foi avaliar por meio de fotoelasticidade a distribuição de tensões ao redor do implante e do dente, quando usados como suporte de uma prótese parcial fixa, variando-se a conexão rígida ou semi-rígida, e submetidos a cargas funcionais axiais. Posicionamos em uma mandíbula feita em resina fotoelástica (PL - 2 / PLH - 2, measurements Groups.(r)) um implante de 10 x 3.75 mm na região do elemento 37 e uma copia do elemento dentário 34 (feito em resina composta). A raiz do dente foi coberta com um simulador de ligamento periodontal (Ureol(r) 5073-1 e 6414 B) com espessura de +/- 0,3 mm. Sobre este modelo foram fabricados três diferentes tipos de próteses fixas de quatro elementos: A conexão rígida (uma só peça), B conexão semi-rígida (conector tipo PDC) com conector localizado na face distal do dente e C conexão semi-rígida (tipo PDC) com conector localizado na face mesial do implante. Em cada elemento das próteses foram aplicadas cargas axiais de 1, 3, 5, 7 e 10 kg. Para registro das cargas foram utilizadas fotografias. Para as análises das tensões geradas foram levados em conta os números de franjas obtidos. Baseados na metodologia e nos resultados obtidos nestetrabalho pudemos concluir que a conexão semi-rígida não se mostrou melhor que a conexão rígida, e em ambos os casos, este tipo de união deve ser evitada pois, as tensões não se distribuem de modo uniforme sobre os elementos de suporte. A localização da conexão semi-rígida influi nos resultados, e estes resultados percebidos, são conseqüências da característica do periodonto do elemento natural, do efeito "gangorra" gerado, e da passividade da adaptação dos ) componentes. A intensidade da carga aplicada potencializa o efeito, e sua localização influi na resposta obtida, assim quando a carga estiver mais próxima do retentor maior será a distribuição de carga sobre este
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500017552CRFO482
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MONTOYA RODRIGUEZ, César Augusto; SENDYK, Claudio Luiz. Estudo comparativo da distribuição das tensões ao redor de implante osseointegrado e dente natural, em prótese fixa, comparando-se conectores rígidos e semi-rígidos, através de análise fotoelástica. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Montoya Rodriguez, C. A., & Sendyk, C. L. (2003). Estudo comparativo da distribuição das tensões ao redor de implante osseointegrado e dente natural, em prótese fixa, comparando-se conectores rígidos e semi-rígidos, através de análise fotoelástica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Montoya Rodriguez CA, Sendyk CL. Estudo comparativo da distribuição das tensões ao redor de implante osseointegrado e dente natural, em prótese fixa, comparando-se conectores rígidos e semi-rígidos, através de análise fotoelástica. 2003 ;
    • Vancouver

      Montoya Rodriguez CA, Sendyk CL. Estudo comparativo da distribuição das tensões ao redor de implante osseointegrado e dente natural, em prótese fixa, comparando-se conectores rígidos e semi-rígidos, através de análise fotoelástica. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: