Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da eletrooxidação de etanol sobre Pt(100) modificada pela deposição de submonocamadas de Os, Ru e Ru/Os (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COLLE, VINICIUS DEL - IQSC
  • USP Schools: IQSC
  • Subjects: FÍSICO-QUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: A eletrooxidação de etanol foi estudada sobre Pt(100) modificada superficialmente por depósitos de Ru, Os e Ru/Os espontaneamente e aplicando potencial a 150 mV, em vários tempos de deposição. Os experimentos eletroquímicos foram realizados através das técnicas de voltametria cíclica e cronoamperometria. Os depósitos de Os, Ru e Ru/Os obtidos, foram tratados em eletrólito suporte em duas regiões: a primeira, entre 50 e 500 mV durante quatro ciclos voltamétricos; a segunda, entre 50 e 800 mV por dezesseis ciclos. O estudo da morfologia superficial dos depósitos de Ru foi realizado por microscopia de tunelamento de elétrons em dois tempos de deposição espontânea (3 e 60 s). As imagens mostram claramente a formação de ilhas de Ru sobre as superfície da Pt(100). Os valores médios dos diâmetros das ilhas eram 2,273 '+ OU -' 0,5145 nm, sendo que a altura média foi 0,40 '+ OU -' 0,074 nm, indicando a formação de uma bicamada de Ru no centro da ilha. Após o estudo das deposições e caracterização dos depósitos, iniciou-se a etapa de oxidação de etanol, em que as atividades catalíticas dos depósitos de Os, Ru e Ru/Os na eletrooxidação de etanol foram comparadas. Através dos voltamogramas cíclicos de oxidação, nota-se que as maiores cargas de oxidação são obtidas para os depósitos de Os sem que estes fossem ciclados em eletrólito. Entretanto, as densidades de corrente obtidas pelas curvas cronoamperométricas após 1200 s de reação, em 550 mV, revelam que o eletrodo PtRuOspossui, no geral, maior atividade catalítica que os demais. Os depósitos realizados aplicando-se potencial em 150 mV mostram menor atividade catalítica quando comparado com os depósitos espontâneo. Conseqüentemente, o aumento da atividade catalítica dos eletrodos de PtRuOs, PtOs e PtRu deve-se ao mecanismo bifuncional, cuja adsorção de oxigênio acontece em potenciais mais baixos do que a platina. E, no presente estudo, ficou claro que, quando o eletrodo ) é submetido excessivamente em regiões de formação de óxidos de Ru e Os, a atividade catalítca destes caem. Possivelmente, isto se deve ao caráter irreversível destes óxidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.04.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IQSC30800013521T1417
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DEL COLLE, Vinicius; TREMILIOSI FILHO, Germano. Estudo da eletrooxidação de etanol sobre Pt(100) modificada pela deposição de submonocamadas de Os, Ru e Ru/Os. 2002.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2002.
    • APA

      Del Colle, V., & Tremiliosi Filho, G. (2002). Estudo da eletrooxidação de etanol sobre Pt(100) modificada pela deposição de submonocamadas de Os, Ru e Ru/Os. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Del Colle V, Tremiliosi Filho G. Estudo da eletrooxidação de etanol sobre Pt(100) modificada pela deposição de submonocamadas de Os, Ru e Ru/Os. 2002 ;
    • Vancouver

      Del Colle V, Tremiliosi Filho G. Estudo da eletrooxidação de etanol sobre Pt(100) modificada pela deposição de submonocamadas de Os, Ru e Ru/Os. 2002 ;