Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estereosseletividade no metabolismo do metoprolol em pacientes hipertensos portadores ou não de insuficiência renal crônica (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CERQUEIRA, PAULA MACEDO - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: FARMACOCINÉTICA; INSUFICIÊNCIA RENAL; HIPERTENSÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo investiga-se a influência da insuficiência renal crônica no metabolismo estereosseletivo do metoprolol administrado sob forma racemica, em regime de doses múltiplas p. o.. Foram investigados 15 pacientes, de ambos os sexos, portadores de hipertensão arterial associada ou não a insuficiência renal crônica (IRC), divididos em dois grupos de acordo com o elearance da creatinina. Os pacientes foram fenotipados empregando a debrisoquina como farmaco marcador (CYP2D6), de acordo com a razão metabólica debrisoquina/ 4-hi&oxidebrisoquina na urina de 0-8 h. Os pacientes foram tratados com placebo, 50, 100 e 200 mg de tartarato de metoproloi (Selokena, Astra, São Paulo, Brasil) a cada 24 horas durante 7 dias para cada tratamento. No final de cada semana foi realizada a monitorização ambulatorial da pressão arterial e colhida uma amostra de sangue para dosagem de noradrenalina. No sétimo dia da administração de 200 mg foram colhidas amostras seriadas de sangue e amostras de urina no intervalo de 0-36 h. Os enantiomeros (R)-(+) e (S)-(-)-metoprolol e os 4 isomeros do a-hidroximetoprolol (coluna Chiralpa0 AD) e os enantiomeros do ácido O-desmetilmetoprolóico (coluna Chiralcele OD-R) foram analisados em plasma e urina por cromatografia liqüida de alta eficiência empregando detecção por fluorescência 229 nm; 298 nm). Não houve alteração da concentração plasmática de noradrenalina assim como da pressão arterial sistólica e diastólica nas diferentes fases do tratamento.Em ambos os grupos a freqüência cardíaca foi reduzida após administração de 200 mg de metoprolol. Os parâmetros farmacocinéticos apresentaram diferença significativa (p<0,05, teste Wilcoxon) entre - os enantiomeros (R)-(+)- e (S)-(-)-metoprolol nos grupos Controle e IRC para os pacientes com fenotipo de metabolizadores rápidos da debrisoquina, resultando em acúmulo plasmático do cutomero (S)-(-)-. Houve favorecimento na formação do novo ) centro quiral I'R-a-ORM em ambos enantiomeros do metoprolol, resultando em razões I'RII'S2a 2,5 nos dois grupos. Houve um favorecimento na formação do (R)-(+)-AODM nos dois grupos, justificando o acúmulo plasmático do (S)-(-)-metoprolol. Ao compararmos os parâmetros farmacocinéticos entre os grupos Controle e IRC (teste Mann-Whitney) observamos que a farmacocinética do metoprolol não foi alterada apesar do acúmulo plasmático de todos os isômeros do a-hidroximetoprolol e ácido O-desmetilmetoproloico. Os dois pacientes fenotipados como metabolizadores lentos da debrisoquina não formaram x-hidroximetoprolol, e houve um favorecimento na formação do (S)-(-)-ácido O-desmetilmetoproloico, com conseqüente acúmulo plasmático do (R)-(+)-metoprolol. As diferenças entre os grupos controle e IRC na formação dos metabólitos do metoprolol sugerem que a IRC não induz o CPY2D6 mas induz a atividade do outro sistema enzimático responsável pela formação do ácido O-desmetilmetoproloico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.04.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100005401T 615.7f C416e
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CERQUEIRA, Paula Macedo; LANCHOTE, Vera Lúcia. Estereosseletividade no metabolismo do metoprolol em pacientes hipertensos portadores ou não de insuficiência renal crônica. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Cerqueira, P. M., & Lanchote, V. L. (2003). Estereosseletividade no metabolismo do metoprolol em pacientes hipertensos portadores ou não de insuficiência renal crônica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cerqueira PM, Lanchote VL. Estereosseletividade no metabolismo do metoprolol em pacientes hipertensos portadores ou não de insuficiência renal crônica. 2003 ;
    • Vancouver

      Cerqueira PM, Lanchote VL. Estereosseletividade no metabolismo do metoprolol em pacientes hipertensos portadores ou não de insuficiência renal crônica. 2003 ;