Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Julgamento de ordem temporal não refuta o modelo de latências diferenciais para o efeito flash-lag (2003)