Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A relação com o feminino em narrativas de duas crianças de rua (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MOLENA, CAROLINA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: CRIANÇAS ABANDONADAS (RELAÇÃO;FEMININO); PSICOLINGUÍSTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Fundamentando-se nas perspectivas teóricas da análise do discurso de filiação francesa e da psicanálise lacaniana, esta pesquisa tem como objeto de estudo a relação com o feminino em narrativas orais de ficção produzidas por duas crianças de rua. Partimos da concepção de Tfouni (1995), de que a narrativa e, especialmente, a ficcional, apresenta-se como um locus privilegiado para a instalação da subjetividade. Nas construções narrativas, procuramos verificar, como essas crianças de rua se apresentam, e qual relação com o feminino se presentifica em seus discursos. Nosso corpus foi produzido em um grupo semanal de ouvir e contar histórias, realizado em uma instituição, de regime semi-aberto, que atende essa clientela. Todo o material foi gravado e transcrito literalmente. Participaram da coleta de dados 11 (onze) crianças e adolescentes de rua de ambos os sexos, pertencentes a uma faixa etária entre 10 (dez) e 13 (treze) anos de idade. Foram utilizadas 10 (dez) fitas cassete de 60 (sessenta) minutos de duração cada; um gravador à pilha; papel; lápis e giz de cera; livros de histórias infantis da Coleção Joinha da Editora Record e Contos de Perrault, Série Clássicos Círculo do Livro. O método interpretativo utilizado ancora-se no paradigma indiciário, segundo o qual, os indícios lingüísticos, funcionam como pistas para a construção do conhecimento. De acordo com a pertinência temática, elegeu-se duas narrativas para a análise, que revelaram: J. (11 anos, sexofeminino), procurou posicionar-se do lado feminino na partilha dos sexos, enquanto T. (10 anos, sexo masculino) apresentou uma movimentação em torno do posicionamento sexual, que culminou numa tomada de posição masculina. O que vai servir para obturar o desejo, provisoriamente, é estabelecido segundo uma ação ideológica. Assim, o lugar social que essas crianças ocupam não determina as formações discursivas que se materializam .. em seus discursos. Em ambas as produções narrativas, o lugar circunscrito à figura feminina apontou para uma prevalência de uma função passiva, o que coincide com determinadas formações discursivas dominantes a respeito da feminilidade. Constatamos assim que, na materialidade lingüística, os sujeitos apresentaram-se, notadamente, marcados por uma exterioridade que desconhecem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.08.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800043110Molena, Carolina
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOLENA, Carolina; TFOUNI, Leda Verdiani. A relação com o feminino em narrativas de duas crianças de rua. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Molena, C., & Tfouni, L. V. (2003). A relação com o feminino em narrativas de duas crianças de rua. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Molena C, Tfouni LV. A relação com o feminino em narrativas de duas crianças de rua. 2003 ;
    • Vancouver

      Molena C, Tfouni LV. A relação com o feminino em narrativas de duas crianças de rua. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: