Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da utilização da ressonância magnética em pacientes com suspeita de trombose venosa profunda de membro inferior (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, MARCIO DE CASTRO E - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: VEIAS; RESSONÂNCIA MAGNÉTICA (ESTUDO;USO)
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A trombose venosa profunda (TVP) é um problema clínico comum que está associado a muitas condições médicas e cirúrgicas. Além das manifestações clínicas de dor e edema do membro afetado na fase aguda, pode complicar-se com embolia pulmonar, danos estruturais às válvulas das veias profundas e, tardiamente, cursar com hipertensão venosa crônica (síndrome pós-trombótica). A terapia com anticoagulantes e/ou trombolíticos reduz a morbidade desta doença e o risco de embolia pulmonar. Entretanto como os sinais e sintomas de TVP não são específicos, é importante a rápida realização de exames para confirmar o diagnóstico e permitir a instituição da terapia. Existem vários exames disponíveis, porém nenhum consegue ainda reunir todas as características ideais para um diagnóstico preciso da trombose venosa. Na atualidade, o mais sensível é a flebografia e o mais usado é a ultra-sonografia com Doppler (US), mas a ressonância magnética (RM) vem, na última década, ganhando importância como um método no diagnóstico da TVP. Objetivos: Os objetivos deste trabalho são: estudar a inclusão da RM na avaliação da TVP, com ênfase na elaboração de um protocolo de estudos simples e rápido, e realizar um estudo custo/efetividade para que se possa avaliar se o protocolo permite a redução dos custos relacionados ao método comparando-se com a US associada ao Doppler. Métodos: Foram estudados 26 pacientes encaminhados aos serviços de radiologia do Hospital dasClínicas de Ribeirão Preto e do Hospital São Francisco de Ribeirão Preto com sintomas de dor e/ou edema em um dos membros inferiores. Todos foram submetidos à RM e à US com Doppler. Resultados: A RM detectou TVP em 7 dos 8 pacientes com TVP e a descartou nos 16 pacientes não acometidos (sensibilidade 87,5%, especificidade 100%). A US também diagnosticou 7 das 8 tromboses venosas e descartou este diagnóstico em 13 dos 16 casos sem TVP (sensibilidade 87,5%, .. especificidade 83,3%). Considerando-se, porém, o diagnóstico final independente do paciente ter ou não trombose venosa a RM conseguiu chegar ao diagnóstico correto em 25 dos 26 casos (96,2%) e a US em 18 (69,2%). Conclusões: A RM é um método eficaz no diagnóstico da TVP, porém não se encontrou vantagem estatisticamente significativa na sua adoção como método inicial para este diagnóstico. A abordagem simplificada da RM, com apenas uma seqüência por segmento estudado, possui alta sensibilidade e principalmente especificidade para o estabelecimento do diagnóstico de TVP. A RM apresenta vantagens significativas sobre a US no estabelecimento do diagnóstico de outras afecções que possam simular a TVP. Devido ao seu custo mais alto a RM parece ser mais adequada para o estudo daqueles pacientes em que outros diagnósticos forem mais prováveis que o de trombose venosa ou para pacientes em que a avaliação inicial com a US for inconclusiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200035918Silva, Mrcio de Castro e
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Márcio de Castro e; PICCINATO, Carlos Eli. Estudo da utilização da ressonância magnética em pacientes com suspeita de trombose venosa profunda de membro inferior. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Silva, M. de C. e, & Piccinato, C. E. (2003). Estudo da utilização da ressonância magnética em pacientes com suspeita de trombose venosa profunda de membro inferior. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva M de C e, Piccinato CE. Estudo da utilização da ressonância magnética em pacientes com suspeita de trombose venosa profunda de membro inferior. 2003 ;
    • Vancouver

      Silva M de C e, Piccinato CE. Estudo da utilização da ressonância magnética em pacientes com suspeita de trombose venosa profunda de membro inferior. 2003 ;