Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ongs e educação: novas possibilidades educativas? (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRUNSTEIN, JANETTE - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL (EDUCAÇÃO); EDUCAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo de caso conduzido em duas organizações não governamentais que desenvolvem programas educativos para crianças e adolescentes na cidade de São Paulo. Um desses programas opera de forma paralela à escola, se caracterizando como uma proposta formativa autônoma, o outro atua em conjunto com a escola, na intenção de melhorá-la ou mesmo transformá-la. O objetivo foi estudar e problematizar as ações ditas complementares à escola desenvolvidas por organizações não governamentais, com a intenção de mostrar como instituições da sociedade civil vêm não só respondendo a uma necessidade de formação da criança e do adolescente, para além daquela oferecida pelas escolas, mas também vêm desenvolvendo novas formulações sobre educação. A intenção foi compreender como estas tentativas vêm se transformando em espaços educativos não escolares, porém institucionais, nos quais se apresentam experiências inovadoras no campo da educação, decorrentes do desenvolvimento de uma rede de relações entre a escola, o Estado, a comunidade e as empresas. Parte o estudo das transformações políticas sociais contemporâneas, incluindo a redefinição do papel do Estado no campo das políticas sociais, do avanço da idéia da democracia participativa e do crescimento de iniciativas promovidas por organizações da sociedade civil, especialmente na educação. Discutiu-se como tal cenário se consolida, ampliando o conceito de educação nos anos 90, e como essa atitude pró-ativa das ONGsse desenvolve em dois eixos fundamentais: no fortalecimento da escola e das próprias ONGs, enquanto espaços formativos alternativos. A primeira hipótes trabalhada foi a de que este fortalecimento das organizações da sociedade civil nos anos 90, especialmente o daquelas que desenvolvem açoes paralelas à escola, rompem com um modelo exlusivamente escolar (tradicional e institucional) de ensino. A segunda foi a de que a atuação das organizações não governamentais no campo da educação espelha a dificuldade do sistema educacional, tal como se apresenta, de responder aos desafios das necessidades básicas de aprendizagem das novas gerações. Portanto, tais ações deixam de se tornar unicamente uma forma de proteção da criança e do adolescente em situação de risco, para se converter em uma experiência formativa. Na realização deste estudo recorreu-se a autores que tratam da temática apresentada como: Boaventura de Souza Santos, para discutir a democracia participativa; Mark Mazower, como referência histórica às mudanças do estado no século XX; Lester Salamon, para analisar o crescimento do terceiro setor; Jacques Defourny, quanto à economia social; Hannah Arendt, para debater a questão do público e do privado, Carlos Rodrigues Brandão, Ladislau Dowbor, Maria da Glória Gohn, para abordar a ampliação dos espaços educativos e do conceito de educação, entre outros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.08.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRUNSTEIN, Janette; BRUNO, Lucia Emilia Nuevo Barreto. Ongs e educação: novas possibilidades educativas?. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Brunstein, J., & Bruno, L. E. N. B. (2003). Ongs e educação: novas possibilidades educativas?. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Brunstein J, Bruno LENB. Ongs e educação: novas possibilidades educativas? 2003 ;
    • Vancouver

      Brunstein J, Bruno LENB. Ongs e educação: novas possibilidades educativas? 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019