Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Comportamento de herbicidas clorados em sistemas aquáticos na presença de substâncias húmicas utilizando eletroforese capilar (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORAES, SOLANGE LEITE DE - IQSC
  • USP Schools: IQSC
  • Subjects: QUÍMICA ANALÍTICA; HERBICIDAS; ELETROFORESE; PESTICIDAS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento de uma metodologia em eletroforese capilar (CE) para a caracterização das substâncias húmicas (SH), observando-se a interação dessas substâncias com os pesticidas PCP e 2,4D, com o intuito de diminuir o número de etapas envolvidas no processo de purificação das SH. Assim, SH de diferentes regiões poderiam ser rapidamente caracterizadas em um menor tempo de análise, podendo, deste modo prever o comportamento de pesticidas no ambiente aquático na presença e ausência das SH. Os resultados mostraram que ao utilizar a CE no processo de caracterização de ácido húmico (HA), houve uma redução significativa nas etapas de purificação da amostra. Estudos de adsorção e dessorção dos pesticidas PCPe 2,4D em HA de turfa e de vermicomposto mostraram uma adsorção maior para o PCP. Com o intuito de prever qual a disponibilidade desses pesticidas no ambiente aquático e avaliar quais as possíveis dificuldades encontradas na análise dos mesmos em CE, duas amostras de água natural, uma rica em SH e outra rica em matéria inorgânica, foram estudadas na presença dos pesticidas. Os resultados indicaram que não é necessária a etapa de extração do pesticida da água. Foram conduzidos também estudos visando o aumento de sensibilidade em CE para os pesticidas estudados. Foram testadas as estratégias de "stacking" mediado por força iônica e "stacking em campo amplificado". O maior ganho em sensibilidade foi obtido para o pesticida PCP,quando se utilizou o "stacking" em campo amplificado. Além disso, testou-se a possibilidade das SH funcionarem como fase micelar em cromatografia eletrocinética micelar (MEKC). ) Inicialmente determinou-se a concentração micelar crítica (CMC) do SDS a fim de se estabelecer um método de análise utilizando um surfactante que já possui um valor teórico determinado e a seguir, expandir a metodologia para a determinação da CMC do HA, uma vez que esta depende da natureza do HA. Para isso, foram testadas 3 maneiras de se determinar a CMC: por condutividade, espectroscopia e MEKC. A utilização do HA como fase micelar em MEKC foi possível para o HA de procedência Aldrich
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.10.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IQSC30800014011T1515R
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Solange Leite de; REZENDE, Maria Olímpia de Oliveira. Comportamento de herbicidas clorados em sistemas aquáticos na presença de substâncias húmicas utilizando eletroforese capilar. 2003.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.
    • APA

      Moraes, S. L. de, & Rezende, M. O. de O. (2003). Comportamento de herbicidas clorados em sistemas aquáticos na presença de substâncias húmicas utilizando eletroforese capilar. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Moraes SL de, Rezende MO de O. Comportamento de herbicidas clorados em sistemas aquáticos na presença de substâncias húmicas utilizando eletroforese capilar. 2003 ;
    • Vancouver

      Moraes SL de, Rezende MO de O. Comportamento de herbicidas clorados em sistemas aquáticos na presença de substâncias húmicas utilizando eletroforese capilar. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: