Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa do efeito do laser de Argônio e da luz halógena na variação de temperatura durante a polimerização de resinas compostas (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MATSON, JULIANA RUFAIEL - FO
  • USP Schools: FO
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; POLIMERIZAÇÃO; LASER; ARGÔNIO
  • Language: Português
  • Abstract: Uma das maiores preocupações relacionadas à polimerização de resinas compostas é o aumento de temperatura interna da câmara pulpar causado pelas lâmpadas fotopolimerizadoras. O objetivo deste trabalho foi analisar a variação térmica sob 2mm de dentina remanescente quando da polimerização de duas resinas compostas com laser de Argônio e luz halógena. Foi utilizada uma fatia de dentina bovina de 2mm de espessura, incluída em resina acrílica onde as resinas compostas foram inseridas pela técnica de um incremento de 2mm de espessura, com o auxílio de uma matriz de polipropileno branca. Foi realizada a polimerização com laser de Argônio por 10, 20 e 30 segundos com potências de 150mW para a resina Z-250 e de 200mW para a resina A-110; e luz halógena de 550mW/cm² por 20 e 40 segundos para a resina Z-250 e 40 segundos para a resina A-110. À medida que os corpos-de-prova de resina eram polimerizados, as variações de temperatura eram mensuradas através de um termopar tipo T e registradas por um sistema composto por um amplificador lock-in e um software apropriado para amplificar a variação na voltagem dos termopares e transformá-la em temperatura. Os dados obtidos receberam análise estatística pelo teste paramétrico ANOVA e pelo teste auxiliar de TUKEY, com significância de 5%, mostrando que tanto o laser de Argônio quanto a luz halógena quando utilizada por 20 segundos são fontes seguras para o uso clínico pois causam variação de temperatura inferior a 5,5°C. Quandoa mesma fonte polimerizadora foi utilizada pelo mesmo período de tempo, com exceção do uso da luz halógena por 40 segundos, as resinas estudadas não mostraram resultados diferentes. Quando a comparação se deu entre as fontes ativadoras, a luz halógena causou variação de temperatura maior do que o laser de Argônio. ) Entretanto, quando a fonte de ativação é o laser de Argônio, tanto para a resina A-110 quanto para a Z-250 não houve diferença na variação de temperatura em função do tempo de exposição, exceto para a resina A-110 em 30 segundos quando o aumento de temperatura foi maior. Já quando a fonte utilizada foi a luz halógena, houve uma relação direta entre tempo de ativação e aumento de temperatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500010079T3.563
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATSON, Juliana Rufaiel; MARQUES, Márcia Martins. Análise comparativa do efeito do laser de Argônio e da luz halógena na variação de temperatura durante a polimerização de resinas compostas. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Matson, J. R., & Marques, M. M. (2003). Análise comparativa do efeito do laser de Argônio e da luz halógena na variação de temperatura durante a polimerização de resinas compostas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Matson JR, Marques MM. Análise comparativa do efeito do laser de Argônio e da luz halógena na variação de temperatura durante a polimerização de resinas compostas. 2003 ;
    • Vancouver

      Matson JR, Marques MM. Análise comparativa do efeito do laser de Argônio e da luz halógena na variação de temperatura durante a polimerização de resinas compostas. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: