Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Exercício de interpretação das relações de equivalência em situação clínica e experimental (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: REGRA, JAIDE APARECIDA GOMES - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; EQUIVALÊNCIA DE ESTÍMULOS
  • Language: Português
  • Abstract: Pesquisas recentes mostram que relações de equivalência são dificeis de reverter. Esse efeito é pouco utilizado em clínica. Apresenta-se quatro estudos como proposta de metodologia de pesquisa em clínica. O Estudo I faz interpretações sobre autoconceito, no relato verbal de estórias, com criança de 8 anos. O Estudo II, replicação sistemática de Barnes, Lawlor, Smeets e Roche (1996), com 11 crianças (4 sem e 7 com problemas de aprendizagem) em equivalência "contaminada", com "lenta" e "esperta", estímulo B; o nome da criança e nome fictício, estímulo C e sílabas sem sentido (cug e zid), estímulo A. As crianças formaram a classe de equivalência, quer seus nomes fossem ligados a "lento" ou "esperto". O Estudo III examinou se estas descobertas estavam relacionadas ao "acertar", como sinalizador para "esperto", combinado com a aversividade da palavra "lento". O mesmo procedimento foi feito para "sujo" e "limpo". Das 9 crianças, que ligaram seus nomes com "sujo", 5 formaram a classe e 4 não, sugerindo efeitos diferentes, sob controle, ora do "acertar", ora da aversividade da palavra "sujo". O Estudo IV se propõe a ampliar a generalidade dos dados, com o time de futebol que a criança torce e times oponentes, como estímulo B. Dos 10 participantes que ligaram o nome ao oponente, 6 formaram a classe. Os resultados sugerem que "acertar" foi variável relevante. Quatro participantes não formaram classe, sugerindo que a aversividade da palavra exerceu maior controle. Dadosidividuais fortalecem essas hipóteses explicativas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300013232T BF199.5 R343e e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REGRA, Jaide Aparecida Gomes; KERBAUY, Rachel Rodrigues. Exercício de interpretação das relações de equivalência em situação clínica e experimental. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Regra, J. A. G., & Kerbauy, R. R. (2003). Exercício de interpretação das relações de equivalência em situação clínica e experimental. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Regra JAG, Kerbauy RR. Exercício de interpretação das relações de equivalência em situação clínica e experimental. 2003 ;
    • Vancouver

      Regra JAG, Kerbauy RR. Exercício de interpretação das relações de equivalência em situação clínica e experimental. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: