Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Representações sociais na manutenção do peso corporal: o que e quem o discurso revela (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MOUTINHO, ANDREIA ELENA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: PERCEPÇÃO; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; ALIMENTAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: A obesidade é uma doença crônica que vem ganhando proporções epidêmicas no mundo, já representando um sério problema de saúde pública no Brasil. Embora a perda de peso não constitua tarefa fácil, a manutençãoapós a perda é classicamente a maior dificuldade no tratamento da obesidade. Estudar indivíduos que conseguiram manter o peso após o emagrecimento pode fornecer informações para alcançar o mesmo resultadonum maior número de pessoas. A hipótese do estudo é que os indivíduos que mantêm o peso têm algo em comum em suas histórias, que os difere dos que não alcançaram a manutenção. OBJETIVO: analisar e compararo discurso do emagrecer e do comer de indivíduos de ambos os sexos, que emagreceram e que mantiveram (grupo sucesso) ou recuperaram (grupo reincidente) o peso posteriormente. METODOLOGIA: Do tipo qualitativa e, sob a ótica da Teoria das Representações Sociais, utiliza a ferramenta do Discurso do Sujeito Coletivo para acessar os discursos. RESULTADOS: o estudo resultou em 60 discursos, sendo 37 do grupo) sucesso e 23 do grupo reincidente. Tais discursos diferem em algumas representações e, em outras, se assemelham. Ainda, cada grupo estudado possui discursos particulares e, em menor número, idéias divergentes dentro do grupo. Os discursos foram comparados entre si e analisados segundo a literatura atual. DISCUSSÃO: Da análise, foi observado: o conceito de não cronicidade da obesidade interferena baixa taxa de manutenção; a proposta de uma provável fase detransição entre o emagrecimento e a manutenção; muitos fatores incluídos nas representações sociais do indivíduo que busca emagrecer podem intervir na fase de transição, aumentando ou diminuindo suas chances para alcançar o sucesso na manutenção; a importância fundamental da alimentação no período pós-perda ou de manutenção de peso. Conclui-sea partir deste estudo, que os indivíduos que mantêm o peso possuem representações sociais bastante similares acerca do emagrecer e do comer, e que tais representações parecem influenciá-los a continuar mantendo o peso. Conhecer as representações sociais do comer e do emagrecer pode ajudar a aumentar a taxa de manutenção do peso corporal pós emagrecimento. (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.02.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800030007613.2 433
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOUTINHO, Andréia Elena; CERVATO, Ana Maria. Representações sociais na manutenção do peso corporal: o que e quem o discurso revela. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Moutinho, A. E., & Cervato, A. M. (2003). Representações sociais na manutenção do peso corporal: o que e quem o discurso revela. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Moutinho AE, Cervato AM. Representações sociais na manutenção do peso corporal: o que e quem o discurso revela. 2003 ;
    • Vancouver

      Moutinho AE, Cervato AM. Representações sociais na manutenção do peso corporal: o que e quem o discurso revela. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: