Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise enantiosseletiva do omeprazol em plasma empregando fases estacionárias quirais (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ORLANDO, RICARDO MATHIAS - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/Departamento
  • Subjects: QUÍMICA ANALÍTICA; ANÁLISE TOXICOLÓGICA
  • Language: Português
  • Abstract: Omeprazol (OPZ) é um fármaco quiral usado para o controle das secreções gástricas e que demonstra metabolismo enantiosseletivo pelos complexos enzimáticos hepático CYP2C19 e CYP3A4. Métodos de resolução e quantificação dos enantiômeros do OPZ em plasma têm, portanto, aplicabilidade em estudos de disposição cinética e metabolismo e o desenvolvimento de métodos para essa finalidade foi o objetivo deste trabalho. A primeira etapa para o desenvolvimento do método foi a avaliação de diversas colunas quirais baseadas em proteínas e polissacarídeos. Entre as várias colunas que foram capazes de separar os enantiômeros do OPZ, seletivamente, sem a interferência dos metabólitos hidroxiomeprazol (OPZ-OH) e omeprazolsulfona (OPZ-SO2, a coluna Chiralpak AD foi escolhida por apresentar maior eficiência e melhores condições de análise. Utilizando essa coluna quiral, fase móvel composta por hexano:etanol (30:70, v/v) e detecção em 302 nm, foi validado um método empregando extração em fase sólida (SPE) com cartuchos de sílica modificada C18. Esse método apresentou recuperações acima de 90% para ambos os enantiômeros do OPZ e demonstrou, mesmo sendo validado sem empregar a padronização interna, precisão com coeficientes de variação inferiores a 6% e exatidão com erros sistemáticos menores que 5%. O método mostrou- se linear na faixa de concentração de 10-1000 ng mL-1 para cada enantiômero, com limite de quantificação de 5 ng mL-1. De forma geral o método desenvolvido empregandoa SPE no modo manual, após otimizadas as condições de extração, não apresentou dificuldades operacionais. Além disso, o método demonstrou vantagens sobre todos os demais métodos de análise enantiosseletiva do OPZ em plasma, que empregam técnicas similares, desenvolvidos até o presente momento. Foi feita também uma avaliação criteriosa dos parâmetros de microextração em fase sólida (SPME) na tentativa de aplicar essa técnica no procedimento de ... preparação das amostras de plasma. Entretanto, foram obtidos limites de detecção muito altos o que inviabilizaria sua aplicação para o estudo cinético enantiosseletivo proposto. Contudo, os resultados apresentados servem como ponto de partida para o desenvolvimento de métodos de análise de fármacos análogos ou em métodos que empreguem detectares mais sensíveis ou colunas quirais mais eficientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.09.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCFRP10600007460Orlando, Ricardo Mathias
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ORLANDO, Ricardo Mathias; BONATO, Pierina Sueli. Análise enantiosseletiva do omeprazol em plasma empregando fases estacionárias quirais. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Orlando, R. M., & Bonato, P. S. (2003). Análise enantiosseletiva do omeprazol em plasma empregando fases estacionárias quirais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Orlando RM, Bonato PS. Análise enantiosseletiva do omeprazol em plasma empregando fases estacionárias quirais. 2003 ;
    • Vancouver

      Orlando RM, Bonato PS. Análise enantiosseletiva do omeprazol em plasma empregando fases estacionárias quirais. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: