Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Isotipos do fatopr reumatóide-(IgM e IgA), detectados por ELISA, em crianças com artrite reumatóide juvenil (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, ROSA APARECIDA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: ARTRITE REUMATOIDE; CRIANÇAS; ELISA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: determinar a freqüência dos isotipos do Fator Reumatóide-(lgM e IgA), detectados por ELISA, em pacientes com Artrite Reumatóide Juvenil e avaliar a utilidade clínica destes isotipos, por meio de associações com parâmetros clínicos e laboratoriais, em comparação ao teste de aglutinação em Látex. Métodos: estudo multicêntrico, observacional e transversal, realizado no período de janeiro de 1993 a janeiro de 1999, com a participação de três centros brasileiros de Reumatologia Pediátrica. 91 crianças com o diagnóstico de Artrite Reumatóide Juvenil de acordo com os critérios do Colégio Americano de Reumatologia foram estudadas: 38 (42%) com a forma de início sistêmico, 28 (31%) com a pauciarticular e 25 (27%) com a poliarticular. As idades variaram de 2,1 a 22,6 anos (média de 10,5 ± 4,7), sendo 59 (65%) crianças do sexo feminino. O grupo controle foi constituído por 45 crianças saudáveis. A detecção dos isotipos do FR-(lgM e IgA) foi realizada com a utilização do método imunoenzimático. Associações entre os isotipos do FR-(lgM e IgA) e atividade da doença, teste de aglutinação em Látex, velocidade de hemossedimentação, fator anti-núcleo, classe funcional e radiológica III ou IV foram analisadas. Resultados: Os FR-(lgM e IgA) foram detectados, respectivamente, em 30 (33%) e 40 (44%) das 91 crianças com Artrite Reumatóide Juvenil. A freqüência do FR-lgM foi maior nos pacientes com a forma de início poliarticular (52%), quando comparados aospacientes com a forma sistêmica (21,1%; p=0,04). Houve associação significante entre a detecção do FR-lgM por ELISA e através do teste do Látex, no total dos pacientes com ARJ (p=0,03). A freqüência de altos níveis de índice ELISA (IE > 2,0) para o FR-lgM foi mais elevada nos pacientes com atividade da doença (p=0,01) e teste do Látex-positivo (p<0,001). No subgrupo constituído por 63 crianças com ARJ de início sistêmico e poliarticular, ... a detecção dos FR-lgM e IgA esteve associada à classe radiológica III e IV (p=0,002 e p<0,0001, respectivamente). A presença do FR-lgA esteve associada à atividade da doença no subgrupo de pacientes com ARJ poliarticular (p=0,04) e também no grupo constituído pejo 63 pacientes com ARJ sistêmica e poliarticular (p=0,02). Conclusões: Os isotipos do FR-(lgM e IgA) foram detectados em uma porcentagem maior de pacientes com Artrite Reumatóide Juvenil (33% e 44%), quando comparados à detecção do FR pelo teste clássico de aglutinação (5,5%). No entanto, sua utilidade para a classificação e caracterização clínica da Artrite Reumatóide Juvenil, quando comparada ao teste de aglutinação em Látex, é limitada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200058847Ferreira, Rosa Aparecida
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Rosa Aparecida; SILVA, Carlos Henrique Martins da. Isotipos do fatopr reumatóide-(IgM e IgA), detectados por ELISA, em crianças com artrite reumatóide juvenil. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Ferreira, R. A., & Silva, C. H. M. da. (2003). Isotipos do fatopr reumatóide-(IgM e IgA), detectados por ELISA, em crianças com artrite reumatóide juvenil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Ferreira RA, Silva CHM da. Isotipos do fatopr reumatóide-(IgM e IgA), detectados por ELISA, em crianças com artrite reumatóide juvenil. 2003 ;
    • Vancouver

      Ferreira RA, Silva CHM da. Isotipos do fatopr reumatóide-(IgM e IgA), detectados por ELISA, em crianças com artrite reumatóide juvenil. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: