Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da dureza e do módulo de elasticidade na superfície de resinas acrílicas para bases de prótese total (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BINDO, MARCIO JOSE FRAXINO - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Subjects: RESINAS ACRÍLICAS; PRÓTESE TOTAL; POLIMERIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho tem por finalidade avaliar a nanodureza e o módulo de elasticidade superficiais frente a variação do tempo de polimerização preconizado pelo fabricante de cinco resinas acrílicas comumente utilizadas para base de próteses totais. Foram analisadas as resinas Clássico, QC-20 e Lucitone, específicas para termopolimerização, e Acron MC e VIPI-WAVE, para polimerização com energia de microondas. Comparou-se ainda sua relação à presença de água sorvida pelos corpos de prova em relação ao esmalte, à dentina, ao amálgama de prata e ao dente, pré-fabricado, em resina acrílica. A técnica empregada foi a nanoendentação, com o Nanoindentator XP da MTS. A variação do tempo de polimerização escolhida foi a metade e o dobro em relação àquele padrão, preconizado pelos fabricantes. Em uma análise intra-grupos, quando a polimerização ocorreu pelo tempo estabelecido pelo fabricante, verifica-se uma variação média de 0,14 a 0,23 GPa para a nanodureza e 2,61 a 3,73 GPa para o módulo de elasticidade nas resinas termopolimerizáveis, enquanto que naquelas para energia de microondas, a variação foi da ordem de 0,15 e 0,22 GPa para a nanodureza e 2,94 e 3,73 GPa para o módulo de elasticidade. Com polimerização na metade do tempo padrão, em energia de microondas, em relação à nanodureza, observa-se uma variação de 1,191 a 0,255 GPa enquanto que, em relação ao dobro do tempo, a variação é de 0,24 a 0,28 GPa. Tais resultados para o módulo de elasticidade expressam-se em3,13 e 3,86 GPa para metade do tempo e 3,80 a 4,04 GPa para o dobro do tempo de polimerização padrão Frente a sorção de água pelos corpos de prova, os resultados indicam uma variação de 0,14 a 0,23 GPa para a nanodureza e 2,71 a 3,70 GPa para o módulo de elasticidade no primeiro grupo, enquanto que no segundo grupo a variação é de 0,17 a 0,32 GPa para nanodureza e 3,14 a 4,12 GPa para o módulo de elasticidade. Conclui-se que a resina Clássico apresenta maior nanodureza e maior módulo de elasticidade frente às suas congêneres, enquanto que a Acron MC repete tal fato para o grupo de energia de microondas. A sorção de água demonstra que todas as resinas de termopolimerização, com exceção da Lucitone, apresentaram diferenças significativas quanto a nanodureza, quando submetidas a desidratação ou reidratação, enquanto que somente a Acron MC, com o dobro do tempo de polimerização, não apresentou diferenças significativas. Em relação ao módulo de elasticidade, foram observados que todos os produtos comerciais e materiais testados, com exceção da Lucitone, apresentaram diferenças significativas, ou seja, quando em ausência de hidratação, apresentaram maior módulo de elasticidade. Variando-se o tempo de polimerização, somente a Acron MC com o dobro do tempo não apresentou diferença. Na tabela descritiva dos outros materiais analisados, verifica-se que a nanodureza encontra-se na ordem de 2,31 GPa para o esmalte e 0,29 GPa para o denteartificial em resina. O módulo de elasticidade repete tal similaridade, com valores entre 105,96 e 4,52 GPa. O esmalte, assim, é o elemento que apresenta a maior nanodureza e o maior módulo de elasticidade, ficando para o dente artificial em resina acrílica os menores valores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.11.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500016243CRFO132
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BINDO, Marcio José Fraxino; NAKAMAE, Atlas Edson Moleros. Estudo da dureza e do módulo de elasticidade na superfície de resinas acrílicas para bases de prótese total. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Bindo, M. J. F., & Nakamae, A. E. M. (2003). Estudo da dureza e do módulo de elasticidade na superfície de resinas acrílicas para bases de prótese total. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bindo MJF, Nakamae AEM. Estudo da dureza e do módulo de elasticidade na superfície de resinas acrílicas para bases de prótese total. 2003 ;
    • Vancouver

      Bindo MJF, Nakamae AEM. Estudo da dureza e do módulo de elasticidade na superfície de resinas acrílicas para bases de prótese total. 2003 ;