Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do uso da pilocarpina em pacientes submetidos a radioterapia na região de cabeça e pescoço para controle da xerostomia (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BAPTISTA NETO, CAETANO - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: RADIOTERAPIA; XEROSTOMIA; ALCALOIDES; SALIVA
  • Language: Português
  • Abstract: A radioterapia aplicada na região da cabeça e pescoço apresenta entre seus principais efeitos indesejáveis a xerostomia, causada pela destruição do parênquima glandular, geralmente irreversível, embora dependente da dose de radiação ministrada. A redução drástica do fluxo salivar traz imenso desconforto aos pacientes e os recursos terapêuticos disponíveis são ainda pouco satisfatórios. Há relatos na literatura da aplicação preventiva da pilocarpina, um sialogogo muscarínico, que apresentaria efeito protetor no parênquima glandular, preservando parte da função e minimizando a gravidade da xerostomia conseqüente à radioterapia. O presente trabalho teve como proposição revisar a literatura sobre o uso da pilocarpina em pacientes xerostômicos irradiados na região de cabeça e pescoço, no intuito de reduzir a expressão da xerostomia e reduzir o desconforto do paciente. Realizamos, concomitantemente à revisão literária, entrevista com os responsáveis pelos serviços de radioterapia da cidade de São Paulo, sobre o uso da droga sialogoga para controle e prevenção da xerostomia. A literatura consultada foi unânime em apontar vantagens no uso da pilocarpina na redução dos sintomas decorrentes da xerostomia. Os pesquisadores que aplicaram a droga antes do início da radioterapia apontaram resultados superiores, em relação à sintomatologia decorrente da xerostomia, quando comparados a grupo controle. Entre os centros de radioterapia visitados, apenas umserviço de Odontologia hospitalar, atrelado à clínica de Oncologia do mesmo hospital, utilizava a pilocarpina em pacientes irradiados, embora não dispusesse de protocolo clínico sedimentado. Concluímos, baseados na literatura consultada, que a pilocarpina deve ser indicada aos pacientes submetidos a radioterapia na cabeça e pescoço, preferencialmente ao início da terapia por irradiação, para redução dos problemas decorrentes da xerostomia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.10.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500011098CRFO21
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BAPTISTA NETO, Caetano; SUGAYA, Norberto Nobuo. Avaliação do uso da pilocarpina em pacientes submetidos a radioterapia na região de cabeça e pescoço para controle da xerostomia. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Baptista Neto, C., & Sugaya, N. N. (2003). Avaliação do uso da pilocarpina em pacientes submetidos a radioterapia na região de cabeça e pescoço para controle da xerostomia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Baptista Neto C, Sugaya NN. Avaliação do uso da pilocarpina em pacientes submetidos a radioterapia na região de cabeça e pescoço para controle da xerostomia. 2003 ;
    • Vancouver

      Baptista Neto C, Sugaya NN. Avaliação do uso da pilocarpina em pacientes submetidos a radioterapia na região de cabeça e pescoço para controle da xerostomia. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: