Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes de fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia de ondas curtas em Presidente Prudente - SP (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MESSIAS, IRACIMARA DE ANCHIETA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: SAÚDE OCUPACIONAL; RADIAÇÃO (ENERGIA RADIANTE); FISIOTERAPIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo. Avaliar a exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes dos fisioterapeutas da cidade de Presidente Prudente que operam equipamentos de Diatermia de Ondas Curtas - DOC, através da medida da intensidade dos campos elétrico e magnético provenientes de tais equipamentos, no seu ambiente de trabalho. Metodologia. Foram analisados 17 equipamentos de DOC, sendo este o total de equipamentos em funcionamento na cidade, no período de realizaçäo do trabalho. Utilizou-se o equipamento EMR-200 da Wandel Goltermann para medida dos campos elétrico e magnético em 6 pontos de medida previamente selecionados na sala de tratamento com DOC, que foram: próximo da cabeça e da regiäo pélvica do operador; próximo da cabeça e da regiäo pélvica do paciente; próximo dos cabos que ligam o equipamento aos eletrodos e próximo aos eletrodos de aplicaçäo. Foi realizada também uma análise do decaimento da intensidade dos campos em funçäo da distância ao painel de controle do equipamento de DOC. Os resultados obtidos foram comparados com os limites de exposiçäo ocupacional recomendados pela ICNIRP - Comissäo Internacional de Proteçäo a Radiaçäo Näo-Ionizante. Resultados. Os locais que apresentam maior intensidade dos campos elétrico (E)e magnético (H)säo próximos dos cabos condutores e dos eletrodos de aplicaçäo, sendo que nestes pontos todos os equipamentos produziram campos E e H acima dos limites de exposiçäo ocupacional sugeridos pela ICNIRP,e a maioria dos equipamentos ultrapassou em muito estes limites. Os campos decaem exponencialmente em funçäo da distância da fonte de radiaçäo. Fora das salas de tratamento com DOC näo existem campos acima dos limites, em nenhum dos locais pesquisados. Com base nos resultados obtidos foram calculados tempos máximos de permanência dos fisioterapeutas em alguns pontos dentro da sala de tratamento. Conclusões. O risco de exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas ) provenientes do equipamento de DOC, acima dos limites recomendados, de fato existe. Este risco pode e deve ser evitado pelos fisioterapeutas, através do controle do tempo e dos locais de permanência durante a sessäo de tratamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800030138614.85 245
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MESSIAS, Iracimara de Anchieta; COLACIOPPO, Sérgio. Exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes de fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia de ondas curtas em Presidente Prudente - SP. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Messias, I. de A., & Colacioppo, S. (2003). Exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes de fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia de ondas curtas em Presidente Prudente - SP. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Messias I de A, Colacioppo S. Exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes de fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia de ondas curtas em Presidente Prudente - SP. 2003 ;
    • Vancouver

      Messias I de A, Colacioppo S. Exposiçäo ocupacional às radiações eletromagnéticas näo-ionizantes de fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia de ondas curtas em Presidente Prudente - SP. 2003 ;