Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Constipaçäo intestinal em idosas: suas queixas e sua dieta (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SALGUEIRO, MARCIA MARIA HERNANDES DE ABREU DE - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: CONSTIPAÇÃO; IDOSOS; DIETA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Descrever o consumo alimentar e o hábito intestinal de mulheres com constipaçäo intestinal funcional atendidas no Ambulatório de Geriatria do Instituto Central do Hospital das Clínicas. Casuística e Métodos: Estudo transversal do tipo descritivo realizado no período de abril de 2002 e abril de 2003 por meio de entrevista. O consumo alimentar foi avaliado pelo Recordatório de 24 horas, em medidas caseiras, e analisado pelo software "Virtual Nutri", adaptado com atualizaçäo do banco de dados de alimentos. O hábito intestinal foi medido por meio de queixas de 2 ou menos evacuações por semana, de esforço durante as evacuações; da presença de cíbalos e tenesmo e de ter horários pré-determinados para tentar evacuar, e classificado de acordo com o número de queixas. Resultados: A populaçäo estudada constitui-se de 65 mulheres com média de idade de 77,5 anos e IMC médio de 27,6 kg/m². A classe social mais freqüente foi a C. Observou-se o hábito mais freqüente de realizar 4,3 refeições por dia. Em relaçäo às leguminosas, 49,2 por cento näo apresentaram o consumo desses alimentos; apenas 7,7 por cento e 6,2 por cento, respectivamente, ingeriram hortaliças e laticínios de acordo com o recomendado ou acima dele e nenhuma idosa deixou de consumir cereais. Das queixas investigadas, o esforço esteve presente em 95,4 por cento das evacuações realizadas, os cíbalos em 83,1 por cento e o tenesmo em 86,2 por cento. A freqüência de 2 ou menos evacuações por semana estevepresente em 64,6 por cento das idosas. A análise entre as variáveis estudadas e o número de queixas näo apresentou diferença estatisticamente significativa. Conclusões: Embora o consumo médio do grupo das frutas e leguminosas esteja adequado, a populaçäo apresentou baixo consumo de líquidos e fibras, ausência de consumo de leguminosas por quase a metade das idosas e consumo inadequado de hortaliças e cereais. As queixas intestinais mais freqüentes ) foram cíbalos, tenesmo e esforço, sendo que a minoria apresentava 2 queixas. Recomendações: Esses dados reforçam a necessidade de elaborar estratégias educativas junto a esse grupo populacional e a necessidade de estimular o consumo de cereais, hortaliças, leguminosas e laticínios. Além disso, independentemente do número de queixas, as mulheres idosas atendidas podem ser consideradas semelhantes no que se refere à idade, estado nutricional, classe social, atividade física e medicamentos utilizados (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.12.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800030156612.3 136
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALGUEIRO, Marcia Maria Hernandes de Abreu de Oliveira; CERVATO, Ana Maria. Constipaçäo intestinal em idosas: suas queixas e sua dieta. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Salgueiro, M. M. H. de A. de O., & Cervato, A. M. (2003). Constipaçäo intestinal em idosas: suas queixas e sua dieta. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Salgueiro MMH de A de O, Cervato AM. Constipaçäo intestinal em idosas: suas queixas e sua dieta. 2003 ;
    • Vancouver

      Salgueiro MMH de A de O, Cervato AM. Constipaçäo intestinal em idosas: suas queixas e sua dieta. 2003 ;