Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Aposentados e livres... mas para quê?: os trabalhadores e a representaçäo social da aposentadoria (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BEGER, MARIA LUCIA MARTUSCELLI - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: APOSENTADORIA (PSICOLOGIA); PERCEPÇÃO; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; TRABALHADORES; PROFISSIONAIS DA SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução. A aposentadoria é uma das mais fortes organizações sociais dos sistemas políticos. A sua universalização como instituição social é fenômeno deste século. Ela traz uma ambigüidade de entendimento: ao mesmo tempo que é um direito ao descanso remunerado, a um tempo liberado, pode adquirir a conotação de desvalorizaçäo pessoal. Método: pesquisa exploratória, descritiva, de abordagem qualitativa. População de estudo: funcionários de nível básico, regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas-CLT, da Faculdade de Saúde Pública-USP, acima de 45 anos, período caracterizado como meia-idade e profissionalmente como pré-aposentadoria. Estratégia mercadológica: fase preparatória, onde se desenvolveram os procedimentos administrativos junto à Insituição, a seleção da população, que contou com 11 homens e 12 mulheres. A entrevista foi estruturada com as seguintes perguntas: 1- Você vai se aposentar não é mesmo? O que é isto para você? 2- Você já sabe o que vai fazer quando se aposentar? 3- Como você vê o seu colega que se aposentou? Após esta fase de pré-teste, passou-se à fase de execução das entrevistas. Técnica de análise: foram utilizadas três figuras metodológicas propostas por LEFÉVRE, SIMIONI e PEREIRA (1997): Idéia-Central (IC), Expressões-chave e Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), que permitiram organizar e tabular os dados. Análise dos DSC: foram organizados três quadros demonstrativos das IC obtidas, o que permitiu através das respostas àstrês perguntas efetuadas organizar a seguir um quadro resumo das IC, destacando as falas mais significativas para cada "agrupamento de significados". Resultados: de um modo geral, os pesquisados acharam que a aposentadoria é "descanso", idéia mias difundida entre os homens, que também defenderam o "direito adquirido" e criticaram o valor econômico da aposentadoria, sugerindo sua revisão. ) Deixaram expressa a noção do dever cumprido e do compromisso assumido perante a sociedade. Em contraposição, para as mulheres, a aposentadoria é uma continuação do trabalho. Embora almejem o descanso, ainda não querem se aposentar e reconhecem que para tal é necessário um preparo.(AU).
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.06.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800030207301.43 4
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEGER, Maria Lúcia Martuscelli; DERNTL, Alice Moreira. Aposentados e livres.. mas para quê?: os trabalhadores e a representaçäo social da aposentadoria. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Beger, M. L. M., & Derntl, A. M. (2003). Aposentados e livres.. mas para quê?: os trabalhadores e a representaçäo social da aposentadoria. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Beger MLM, Derntl AM. Aposentados e livres.. mas para quê?: os trabalhadores e a representaçäo social da aposentadoria. 2003 ;
    • Vancouver

      Beger MLM, Derntl AM. Aposentados e livres.. mas para quê?: os trabalhadores e a representaçäo social da aposentadoria. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: