Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A darstellung freudiana: considerações sobre uma "presentificação psíquica" (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SKLAR, SERGIO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLF
  • Subjects: PSICANÁLISE (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho visa demonstrar que o conceito de Darstellung psíquica foi investigado por Sigmund Freud para esclarecer como 'funciona' a estrutura que comanda a mente, compreendendo-o sob a consideração a "imagens" que, embora sejam criadas psicologicamente, são provocadas por estímulos provenientes da realidade externa ao psiquismo e, assim, "presentificadas". Para concretizar tal demonstração, foram examinados, inicialmente, dois textos freudianos de 1938, mostrando como esta noção encontra-se já em 1895 no primeiro modelo utilizado por Freud para explicar o "funcionamento do aparelho psíquico", concomitantemente à existência de "noções fenomenológicas" na Psicanálise. Em seguida, este princípio foi desenvolvido na análise de uma nova versão do "aparelho", encontrada na carta 52 (ou 112) de Freud a Wilhelm Fliess (1896), a qual foi associada à descoberta de uma Darstellung onírica na carta 60 (ou 125) desta mesma correspondência (1897), indicando, em seguida, como uma força "externa" ao psiquismo pode explicar o desenvolvimento de circunstâncias "internas" (psicológicas), na carta 71 (ou 143, de Freud a Fliess), em torno de Édipo-Rei, e na carta 78 (ou 151, de Freud a Fliess), sob a "presentificação" de "mitos endopsíquicos", alcançando considerações sobre a tragédia de Sófocles com a Interpretação de Sonhos (1900). A partir da releitura deste último texto e, revendo uma pintura utilizada por Freud para apresentar o que ocorre no mundo onírico, foipossível explicar, na seqüência, que a consideração à Darstellung nas partes c, d, e do capítulo VI, inclui "modalidades de presentificação", esclarecendo, logo após, como a teoria lacaniana omitiu esta referência teórica para pensar a predominância de "esquemas freudianos" em relação ao "aparelho". Por último, a releitura da parte f de a Interpretação de Sonhos é finalizada, demonstrando sob qual perspectiva a ) "presentificação" é uma referência importante para o entendimento do segundo modelo pensado sobre o "aparelho psíquico", enunciado na parte b do capítulo VII deste mesmo texto. Este percurso é concluído, então, aprofundando o sentido da Darstellung freudiana sob as "noções fenomenológicas" mencionadas, ampliando-as à discussão desta questão encontrada em um artigo de Laurence Kahn sobre a Psicanálise e mostrando como a análise deste autor foi melhor compreendida por dois trabalhos que a precederam, ao investigarem os sentidos que a "arte" e a "transferência" tomaram no discurso freudiano
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.03.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21000055041T SKLAR, S. 2004
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SKLAR, Sérgio; ESTÊVÃO, José Carlos. A darstellung freudiana: considerações sobre uma "presentificação psíquica". 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Sklar, S., & Estêvão, J. C. (2004). A darstellung freudiana: considerações sobre uma "presentificação psíquica". Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Sklar S, Estêvão JC. A darstellung freudiana: considerações sobre uma "presentificação psíquica". 2004 ;
    • Vancouver

      Sklar S, Estêvão JC. A darstellung freudiana: considerações sobre uma "presentificação psíquica". 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: