Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Morbidade respiratória em trabalhadores em limpeza interna da região metropolitana de São Paulo (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACAIRA, ELAYNE DE FATIMA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: DOENÇAS RESPIRATÓRIAS (EPIDEMIOLOGIA); DOENÇAS OCUPACIONAIS (EPIDEMIOLOGIA); RISCOS OCUPACIONAIS; FATORES DE RISCO
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos. Estimar a prevalência de sintomas de vias aéreas e atopia, identificando fatores de risco, em limpadores na Regiäo Metropolitana de Säo Paulo. Métodos. Foram entrevistados 341 pessoas limpadores utilizando-se questionários de sintomas respiratórios dos British Medical Research Council (MRC 1976) e International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC) e questionário ocupacional. Realizaram-se também testes cutâneos imediatos e espirometria. Resultados. Observaram-se prevalência de 11 por cento, 35 por cento, 3 por cento e 57 por cento para asma, rinite, bronquite crônica e atopia, respectivamente. As mulheres apresentaram maior tempo de exposiçäo (5,6 mais ou menos 5,5 anos versus 2,9 mais ou 3,8 anos, p < 0,0001) e maior prevalência de acidentes inalatórios (13 por cento versus 4 por cento, p = 0,016). Atopia foi associada a asma e rinite (OR = 2,39; IC95 por cento: 1,15-5,35; OR = 1,88; IC95 por cento: 1,18-3,05, respectivamente). Tabagismo foi um risco significativo para asma (OR = 2,94; IC95 por cento 1,36-6,39). Mulheres apresentaram maior risco para rinite (OR = 5,61; IC95 por cento: 1,87-17,89). O tempo de exposiçäo foi um fator de risco significativo para asma e/ou rinite ocupacionais (OR = 1,29; IC95 por cento: 1,01-1,65). Aproximadamente 56 por cento dos limpadores referiram sintomas respiratórios relacionados ao trabalho com água sanitária/cloro, poeira, ácidos, detergente amoniacal, entre outros. Conclusões. As exposições derisco respiratório em atividade de limpeza säo heterogêneas, com predomínio de exposições a irritantes. Mulheres apresentam maior risco de rinite e houve associaçäo significativa do tempo de exposiçäo com desfecho de asma e/ou rinite ocupacionais. )Recomendam-se esforços na melhoria da rotulagem e Ficha de Informaçäo de Segurança de Produtos Químicos (FISPQ), conscientizaçäo dos trabalhadores sobre os riscos à saúde e a inclusäo da rinite como marcador precoce no diagnóstico de asma (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.03.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800030283Mtr 1234
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAÇÄIRA, Elayne de Fátima; ALGRANTI, Eduardo. Morbidade respiratória em trabalhadores em limpeza interna da região metropolitana de São Paulo. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Maçäira, E. de F., & Algranti, E. (2004). Morbidade respiratória em trabalhadores em limpeza interna da região metropolitana de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Maçäira E de F, Algranti E. Morbidade respiratória em trabalhadores em limpeza interna da região metropolitana de São Paulo. 2004 ;
    • Vancouver

      Maçäira E de F, Algranti E. Morbidade respiratória em trabalhadores em limpeza interna da região metropolitana de São Paulo. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: