Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) de cepas endêmicas nosocomiais de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e vancomicina (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: REINERT, CRISTINA - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: INFECÇÃO HOSPITALAR; STAPHYLOCOCCUS (RESISTÊNCIA); AGENTES ANTIMICROBIANOS (EFICIÊNCIA); MICROBIOLOGIA APLICADA
  • Language: Português
  • Abstract: Os tipos de cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) encontrados em cepas de Staphylococcus aureus resistente a oxacilina (ORSA) isoladas em ambiente hospitalar são denominados I, II e III. Um novo SCCmec, tipo IV, foi identificado em cepas isoladas de pacientes que não tinham conexão aparente com hospitais. Essas cepas, denominadas ORSA adquiridas na comunidade ou CA-ORSA, não costumam conter genes de resistência a antimicrobianos além do gene mecA, porém, são mais virulentas. Com a finalidade de conhecer a diversidade estrutural do SCCmec de cepas ORSA brasileiras, foram estudadas 50 cepas ORSA, entre elas algumas S. aureus com resistência intermediária a vancomicina (VISA) e S. aureus com resistência heterogênea intermediária a vancomicina (HVISA). As cepas foram isoladas entre 1995 e 2000, provenientes de hospitais de 13 Estados brasileiros, pertencentes a diversos clones de PFGE. As cepas foram analisadas quanto ao perfil de sensibilidade, RFLP do gene da coagulase, fagotipagem e tipagem do SCCmec. A maioria das cepas é pertencente ao clone endêmico brasileiro, que carrega o SCCmec tipo III, também presente em outros clones de PFGE. O SCCmec tipo IV, encontrado em 3 cepas (clones J, L e D), mostrou suscetibilidade a um maior número de antimicrobianos pertencentes a diferentes classes, em comparação aos outros tipos de SCCmec. O SCCmec tipo IV está presente entre os ORSA brasileiros e pode estar disseminando na comunidade e hospitais do país
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.06.2004
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100005983T 615.18h R367c
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REINERT, Cristina; MAMIZUKA, Elsa Masae. Caracterização do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) de cepas endêmicas nosocomiais de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e vancomicina. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-16082017-164142/pt-br.php >.
    • APA

      Reinert, C., & Mamizuka, E. M. (2004). Caracterização do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) de cepas endêmicas nosocomiais de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e vancomicina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-16082017-164142/pt-br.php
    • NLM

      Reinert C, Mamizuka EM. Caracterização do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) de cepas endêmicas nosocomiais de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e vancomicina [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-16082017-164142/pt-br.php
    • Vancouver

      Reinert C, Mamizuka EM. Caracterização do cassete cromossômico estafilocócico mec (SCCmec) de cepas endêmicas nosocomiais de Staphylococcus aureus resistentes a oxacilina e vancomicina [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-16082017-164142/pt-br.php