Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização química dos compostos de lixo urbano de usinas de compostagem dos municípios de São Paulo e de São José dos Campos (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BASSO, ANTONIO CARLOS - CENA
  • USP Schools: CENA
  • Subjects: COMPOSTOS ORGÂNICOS
  • Language: Português
  • Abstract: A compostagem do lixo urbano tem importante papel para a gestão ambiental dos resíduos sólidos gerados nas cidades. O tratamento racional do lixo urbano consiste, basicamente, na separação da fração orgânica compostável dos materiais inertes recicláveis. A fração orgânica pode ser tratada por meio da compostagem, tendo como produto final um resíduo orgânico humificado com potencial de utilização na agricultura. A qualidade da separação da fração inerte do lixo urbano é fator essencial e imprescindível para a obtenção de composto com características agronômicas desejáveis. A aplicação de composto lixo na agricultura tem-se mostrado como uma importante fonte de nutrientes para as plantas e um excelente melhorador das propriedades biológicas, físicas e químicas do solo continua ...) Todavia, a presença de metais pesados, entre outros compostos com potencial tóxico, no composto de lixo tem restringido o seu uso agrícola. Desta forma, conduziu-se o presente trabalho com objetivos de se avaliar e monitorar a composição química e a variabilidade temporal da qualidade de compostos de lixo produzidos nas usinas de compostagem de São Matheus e de Vila Leopoldina, da cidade de São Paulo, e da usina de São José dos Campos. Foram obtidas amostras compostas de composto de lixo, coletadas quinzenalmente, em um período de nove meses. Portanto, trabalhou-se com 18 amostras de composto inicial. Cada amostra foi constituída de porções do composto, gerado em cada uma dasusinas, coletadas quatro vezes ao dia, ao logo de 15 dias continua ... ) Para avaliar a estabilidade da matéria orgânica dos compostos de lixo, uma fração da amostra original foi maturada, em condições de laboratório, por 150 dias, e comparados os teores de matéria orgânica inicial e final. Para caracterização química e estudo da variabilidade da qualidade dos compostos, ao longo das épocas de amostragem, as amostras dos composto inicial e maturado foram submetidas à digestão nítrico-perclórica e à análise dos teores dos nutrientes de plamas: fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, cobre, ferro, manganês e zinco; e dos potenciais contaminantes: alumínio, sódio, cádmio, chumbo, cromo e níquel. Os elementos foram determinados por espectrometria de emissão atômica com plasma (ICP-AES), exceto o potássio e o sódio, que foram determinados por fotometria de chama continua ... ) Os teores de matéria orgânica, média geral, para os compostos iniciais foram de 533,471 e 518 g kg-1, para as usinas de São José dos Campos, São Matheus e Vila Leopoldina, respectivamente, e para os compostos maturados, os valores foram de 335,296 e 429 g kg-1. A significativa diminuição nos teores de matéria orgânica, com a maturação, indicou que possivelmente que o composto inicial, das três usinas, estava cru, ou seja, a sua matéria orgânica não estava estabilizada e, portanto, o material estava impróprio para uso direto na agricultura. Os compostos de lixo das trêsusinas, de um modo geral, apresentaram teores de fósforo, de cálcio e de potássio dentro de faixas consideradas altas; os teores de magnésio apresentaram valores dentro de faixa considerada baixa e os teores de enxofre, dentro de faixa média continua ... ) Não obstande tenha sido constatada uma significativa variabilidade nos teores de macronutrientes, ao longo das 18 épocas de amostragem, o composto da usina de Vila Leopoldina apresentou menor teor de fósforo e maiores teores de cálcio e potássio do que os compostos das outras duas usinas; e os teores dos outros macronutrientes não diferiram entre os três compostos. Os teores de alumínio, ferro e sódio, elemento que aumenta a salinidade do solo, nos três compostos, foram bastante altos, sendo seus valores inferiores apenas aos teores de matéria orgânica e cálcio. O teor de alumínio foi maior no composto da usina de Vila Leopoldina. Os teores dos demais elementos analisados também apresentaram significativa variação ao longo do período de amostragens; porém com maiores amplitudes, notadamente os compostos das usinas de Vila Leopoldina e São Matheus continua ... ) Os teores dos micronutrientes cobre e zinco, e dos metais tóxicos cádmio, cromo e chumbo foram inferiores no composto da Usina de São José dos Campos, em virtude deste composto ter sido produzido a partir de lixo orgânico de coleta seletiva, estiveram próximo dos limites propostos por projeto de lei da União Européia para biorresíduos classes 1 e 2(compostos de resíduos orgânicos domésticos oriundo de coleta seletiva), exceto o zinco, cujo teor esteve acima do limite. O teor de níquel não diferiu entre os três compostos e esteve dentro dos limites permitidos. Os compostos de lixo das usinas de São Matheus e, principalmente, de Vila Leopoldina apresentaram teores de metais pesados restritivos ao uso agrícola
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.09.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CENA12800000849(043) B322c 10139
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BASSO, Antonio Carlos; ABREU JUNIOR, Cassio Hamilton. Caracterização química dos compostos de lixo urbano de usinas de compostagem dos municípios de São Paulo e de São José dos Campos. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004.
    • APA

      Basso, A. C., & Abreu Junior, C. H. (2004). Caracterização química dos compostos de lixo urbano de usinas de compostagem dos municípios de São Paulo e de São José dos Campos. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Basso AC, Abreu Junior CH. Caracterização química dos compostos de lixo urbano de usinas de compostagem dos municípios de São Paulo e de São José dos Campos. 2004 ;
    • Vancouver

      Basso AC, Abreu Junior CH. Caracterização química dos compostos de lixo urbano de usinas de compostagem dos municípios de São Paulo e de São José dos Campos. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: