Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação in situ de destilarias através do bioensaio da Tradescantia (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HIGA, RITA DE CASSIA BOMFIM LEITÃO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: RISCOS OCUPACIONAIS; PATOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Muitos trabalhadores estão expostos ao ambiente desconhecido das destilarias de etanol. Um estudo foi conduzido para verificar a sensibilidade do ensaio TRAD-MCN para detectar poluentes genotóxicos. Este potencial foi avaliado através de monitoramento in situ e exposição através de duas câmaras, tendo apenas uma um dispositivo de filtração. As freqüências de micronúcleos foram maiores nas plantas expostas nas destilarias comparadas aquelas do grupo controle(p<0,001). As influorescências da câmara com filtro apresentaram uma freqüência de micronúcleos sem diferença estatisticamente do grupo controle. Os resultados indicaram a potencial toxicidade do ambiente das destilarias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.11.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700049211W4.DB8 SP.USP FM-2 H541av
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HIGA, Rita de Cassia Bomfim; BÖHM, Györg Miklós. Avaliação in situ de destilarias através do bioensaio da Tradescantia. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Higa, R. de C. B., & Böhm, G. M. (2004). Avaliação in situ de destilarias através do bioensaio da Tradescantia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Higa R de CB, Böhm GM. Avaliação in situ de destilarias através do bioensaio da Tradescantia. 2004 ;
    • Vancouver

      Higa R de CB, Böhm GM. Avaliação in situ de destilarias através do bioensaio da Tradescantia. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: