Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Potenciais evocados auditivos de média latência: estudo para diferentes níveis de intensidade sonora com estímulo tone-burst em crianças de 10 a 13 anos de idade (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FRIZZO, ANA CLAUDIA FIGUEIREDO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: AUDIOLOGIA PEDIÁTRICA; POTENCIAL EVOCADO DE MÉDIA LATÊNCIA; NEUROCIÊNCIAS; NEUROLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A captação e o estudo de respostas cerebrais evocadas por um estímulo sonoro vem permitindo a investigação objetiva do processamento da informação auditiva e uma melhor compreensão da via auditiva central. A utilidade deste método diagnóstico tem sido cada vez mais valorizada pelos audiologistas, no entanto sua aplicação clinica corrente requer a realização de uma quantidade mais expressiva de estudos, especialmente na literatura nacional, para um conhecimento mais profundo deste método, sobretudo quanto a normatizações, critérios de identificação das ondas e interferências de variáveis como idade, sexo e parâmetros utilizados na aquisição. Os Potenciais Evocados Auditivos de Média Latência são compostos por uma seqüência de ondas com latências em torno de 10 a 80ms, com origem neurogênica múltipla (projeções tálamo-corticais e córtex auditivo, colículo inferior e formação reticular em menor escala). O presente estudo tem como objetivo pesquisar os componentes dos PEAMLs, numa população de crianças saudáveis, estudando a latência e amplitude das ondas, a fim de conhecer as características dos PEAMLs para esta faixa etária. Metodolog;a: Participaram do estudo 32 crianças de ambos os sexos com idade entre 10 e 13 anos, otologicamente normais e sem histórías neurológicas. A análise estatística incluiu a realização da estatística descritiva (média e desvio-padrão) e análise da variância pelo teste F. Os PEAMLs foram pesquisados utilizandocomo estímulo tone-burst, nas intensidades de 50, 60 e 70 dBNA.Resultados e conclusão: Os valores médios de latência dos componentes foram Na=20,79ms, Pa=35,34ms, Nb=43,27ms e Pb=53,36ms. Para a amplitude Na-Pa os valores médios obtidos no estudo variaram entre 0,2 e 1,9mV (M=l,0mV)- As formas de onda Na-Pa constituíram os componentes mais consistentes e mais facilmente identificáveis. Pode-se concluir que a amplitude aumenta e a latência diminui com o aumento da ) intensidade sonora. Na intensidade de 50dBNA as latências obtidas são significativamente maiores que as intensidades de 60 e 70 dBNA para a onda Na. A partir de 60dBNA os valores se estabilizam e não há mudanças significativas na latência ou morfologia da onda. Nas comparações inter e intra-individual foram observadas latências mais longas e amplitudes menores para o lado E (A1/Cz). Numa análise posterior dos dados segundo queixa de dificuldade escolar não foram observadas diferenças ao nível de significância para os componentes Na, Pa, Nb e Pb para os grupos de crianças com e sem queixa de dificuldades escolares. Nestas crianças foram observadas normalidades na morfologia das ondas, as quais não foram atribuídas exclusivamente à queixa de dificuldade escolar, já que poderia haver também interferência da idade do sujeito avaliado e do neuro-desenvolvimento do Sistema Nervoso Auditivo Central. O presente estudo possibilitou um melhor conhecimento das características dos PEAMLs, o que contribuirápara a aplicação mais segura da técnica. Porém, outros estudos ainda se fazem necessários, principalmente na literatura nacional, a fim de estabelecer padrões normativos para o uso na rotina clinica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.07.2004
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200029069Frizzo, Ana Claudia Figueiredo
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRIZZO, Ana Claudia Figueiredo; FUNAYAMA, Carolina Araujo Rodrigues. Potenciais evocados auditivos de média latência: estudo para diferentes níveis de intensidade sonora com estímulo tone-burst em crianças de 10 a 13 anos de idade. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-28092006-105527/ >.
    • APA

      Frizzo, A. C. F., & Funayama, C. A. R. (2004). Potenciais evocados auditivos de média latência: estudo para diferentes níveis de intensidade sonora com estímulo tone-burst em crianças de 10 a 13 anos de idade. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-28092006-105527/
    • NLM

      Frizzo ACF, Funayama CAR. Potenciais evocados auditivos de média latência: estudo para diferentes níveis de intensidade sonora com estímulo tone-burst em crianças de 10 a 13 anos de idade [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-28092006-105527/
    • Vancouver

      Frizzo ACF, Funayama CAR. Potenciais evocados auditivos de média latência: estudo para diferentes níveis de intensidade sonora com estímulo tone-burst em crianças de 10 a 13 anos de idade [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-28092006-105527/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: