Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Na marcha do ensino: a organização burocrática do ensino estadual no São Paulo Republicano - 1892/1910 (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TAVARES, FAUSTO ANTONIO RAMALHO - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: ENSINO PÚBLICO (HISTÓRIA); ORGANIZAÇÃO ESCOLAR; ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO; HISTORIA DA EDUCAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho trata da organização burocrática do ensino estadual de São Paulo no período de 1892 a 1910. As fontes utilizadas consistem fundamentalmente na correspondência oficial produzida no âmbito dos serviços de administração escolar da Secretaria de Estado dos Negócios do Interior e da Inspetoria Geral do Ensino Público do Estado de S'ão Paulo, cuja documentação está em sua maioria depositada no Arquivo do Estado de São Paulo (AESP). Os papéis consultados incluem ofícios diversos; relatórios; sindicâncias e cartas, representando aspectos significativos da vida e do trabalho daS primeiras gerações republicanas de funcionários do ensino público do Estado de São Paulo, revelando características importantes da organização escolar paulista, vista como um fenômeno social gerido por um processo político-burocrático específico. O ensino público é aqui tratado como organização presa aos liames do serviço público estadual e também como) fruto de uma certa racionalidade republicana que se produzia na sociedade paulista e a qual ele se destinava atender. Nos dezoito anos aqui considerados, o ensino público vive um processo particular de institucionalização caracterizado por uma tensa convivência entre a lógica burocrática que procurava se impor na organização escolar e os interesses e outras lógicas que a política estadual e a cultura pedagógica da época também buscavam impor. Durante todo esse período, a organização escolar de São Paulo esteve baseada nospreceitos gerais estabelecidos peja Lei n° 88 de 8 de agosto de l892 e por algumas outras leis que se seguiram. Em 1890, a população do Estado foi estimada em 1.400.000 habitantes, com 14% de alfabetizados e um número bem menor de alunos matriculados. Levar a escola elementar para a grande massa de crianças passava a ser um objetivo assumido pelo governo estadual com crescente comprometimento político-administrativo, embora isso nem sempre tenha implicado no alcance dos resultados esperados. A narrativa histórica está dividida em três períodos: 1892-1897: a organização formal do ) ensino pÚblico de São Paulo fica definida como composta pelo ensino elementar, secundário e superior. Ú instituída a obrigatoriedade escolar para todas as crianças de 7 a 12 anos de idade. A gestão geral do ensino público é atribuída ao Conselho Superior da Instrução Pública e à Secretaria (ou Diretoria) Geral da Instrução Pública, esta Última anexada à Secretaria do Interior. Essa configuração geral é considerada como conquista de um grupo de professores ligados á Escola Normal de São Paulo. Contemporâneos dessa época buscam consagrar esses anos como o "período áureo" do ensino em São Paulo. Em l893 são criadas 30 inspetorias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.10.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE20500067694TCD 37(09) T231n pt.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAVARES, Fausto Antonio Ramalho; PILETTI, Nelson. Na marcha do ensino: a organização burocrática do ensino estadual no São Paulo Republicano - 1892/1910. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Tavares, F. A. R., & Piletti, N. (2004). Na marcha do ensino: a organização burocrática do ensino estadual no São Paulo Republicano - 1892/1910. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Tavares FAR, Piletti N. Na marcha do ensino: a organização burocrática do ensino estadual no São Paulo Republicano - 1892/1910. 2004 ;
    • Vancouver

      Tavares FAR, Piletti N. Na marcha do ensino: a organização burocrática do ensino estadual no São Paulo Republicano - 1892/1910. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: