Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo imunoistoquímico de eventuais mediadores e efetores envolvidos na hiperplasia intimal arterial observada em um modelo experimental de estenose aórtica (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARBOSA, PRISCILA DE FREITAS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: ANATOMIA PATOLÓGICA; PATOLOGIA CLÍNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Avaliar os eventuais mediadores e efetores da hiperplasia intimal arterial decorrente de um modelo experimental de estenose aórtica intrínseca. Métodos: No orifício da artéria renal esquerda de ratos Wistar, foi introduzido um pino hemisférico de acrílico visando obter uma obstrução de aproximadamente 50% com 30 dias de experimento. A eutanásia foi realizada nos dias 1, 7, 15 e 30 dias. O segmento de aorta envolvendo o pino foi processado de maneira habitual para estudo morfológico e imunoistoquímico. Foram avaliadas as presenças de: Fibrinogênio, iNOS, nitrotirosina (peroxinitrito), PDGF-B, PCNA, CD68, MCP-1, CD3 e ‘alfa’-actina. Um grupo sham seguindo o mesmo protocolo foi utilizado como controle. Resultados: Com 24 horas, uma trombose se formou ao redor do pino, mostrando sinais de organização com 7 dias. Hiperplasia intimal, adjacente à base do pino foi visualizada nos animais com 15 e 30 dias de eutanásia. PDGF-B, iNOS e peroxinitrito foram fortemente positivos nas células endoteliais e na camada média nos primeiros dias do experimento. PCNA foi positivo na média com 15 dias e no endotélio com 30 dias. ‘Alfa’-actina foi fortemente positivo na área do espessamento. A presença de fibrinogênio foi decrescente de acordo com a organização do trombo. Macrófagos (CD68), MCP-1 e linfócitos (CD3) apresentaram marcação mínima. Conclusão: Trombose decorrente de turbilhonamento e lesão endotelial, com conseqüente migração de células musculares lisas dacamada média foram fundamentais no desenvolvimento do espessamento intimal neste modelo experimental. Alterações hemodinâmicas subseqüentes à obstrução podem ter contribuído neste processo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.10.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200028482Barbosa, Priscila de Freitas
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Priscila de Freitas; RAMOS, Simone Gusmão. Estudo imunoistoquímico de eventuais mediadores e efetores envolvidos na hiperplasia intimal arterial observada em um modelo experimental de estenose aórtica. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Barbosa, P. de F., & Ramos, S. G. (2004). Estudo imunoistoquímico de eventuais mediadores e efetores envolvidos na hiperplasia intimal arterial observada em um modelo experimental de estenose aórtica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barbosa P de F, Ramos SG. Estudo imunoistoquímico de eventuais mediadores e efetores envolvidos na hiperplasia intimal arterial observada em um modelo experimental de estenose aórtica. 2004 ;
    • Vancouver

      Barbosa P de F, Ramos SG. Estudo imunoistoquímico de eventuais mediadores e efetores envolvidos na hiperplasia intimal arterial observada em um modelo experimental de estenose aórtica. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: