Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PENÃ, YOLANDA FLORES - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: CUIDADO DA CRIANÇA; ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo geral do estudo foi analisar o processo de trabalho da enfermeira materno infantil (EMI), orientado ao cuidado da criança sadia no Programa de Vigilância da Nutrição, Crescimento e Desenvolvimento da Criança menor de 5 anos de idade, em uma instituição da Seguridade Social no México. Fundamentou-se nas concepções do processo de trabalho em saúde de Mendes-Golçalves (1994), no processo de trabalho da enfermagem como proposto por Almeida (1991) e Almeida e Rocha (1997), e nas concepções teóricas da micropolítica do trabalho vivo em saúde, que permitiram focalizar o espaço intercessor trabalhador/usuário (MERHY, 1997, 2004). Utilizou-se a abordagem qualitativa com observação sistemática direta e entrevista semi-estruturada. Os sujeitos do estudo foram as enfermeiras (EMI), as assistentes médicas da EMI (AEMI) e as mães que compareceram à consulta de enfermagem. Observaram-se 87 consultas proporcionadas pelas EMI, e observação à área da recepção atendida pela AEMI, assim como entrevista a este pessoal (6 entrevistas) e as mães (25 entrevistas). A saturação dos dados e a compreensão do significado foram os critérios para estabelecer o número necessário de observações e entrevistas. As consultas proporcionadas pela EMI identificaram-se centradas na realização de procedimentos como: verificação do peso, estatura e revisão da carteira de vacinas conforme os protocolos de atenção (tecnologias duras), com diálogos mais bemidentificados como monólogos da EMI à mãe. Verificou-se que o encontro entre a mãe/filho portadores de uma dada necessidade de saúde com a EMI portadora de um arsenal de saberes específicos e práticas, envolve um encontro de situações não equivalentes, a mãe tem a necessidade de que a EMI, no mínimo a cumprimente e a acolha. Assim o trabalho da EMI é capturado pelo trabalho morto, pela configuração institucional que se expressa no tempo de ) atendimento, na consulta marcada com antecedência, no seguimento dos protocolos e rotinas impostos pelo serviço que não permitem o estabelecimento de um núcleo cuidador. Mas como o trabalho da EMI é trabalho em saúde que se efetiva em um processo quase-estruturado, a EMI foi capaz de produzir trabalho vivo como fonte de tecnologias leves (tecnologias de relações, de acolhimento), baseando-se principalmente em seu autogoverno que lhe permitiu o estabelecimento de um núcleo de cuidado mãe/filho-centrado. A conformação da equipe de saúde foi identificada como equipe agrupamento caracterizada pela fragmentação e especificidade do trabalho com comunicação de aspectos só pessoais. As mães perceberam o cuidado à criança sadia como a realização de procedimentos, verificação do peso e estatura, ter um registro dos avanços no desenvolvimento de seu filho e o fornecimento da cota de leite, que surgiu como um orientador/desorientador da atenção que coloca os atores sociais em conflito com necessidades distintas. Recomenda-se aflexibilização das normas e rotinas que permitam a construção de um núcleo cuidador mãe/filho-centrado, baseado nas tecnologias leves como o acolhimento e a confiança, para que a mãe possa colocar suas dúvidas relacionadas ao cuidado de seu filho e desenvolva um grau de autonomia e assim reconhecer à enfermeira como cuidadora, educadora, conselheira e promotora da saúde
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.10.2004
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200009836T2730
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEÑA, Yolanda Flores; ALMEIDA, Maria Cecília Puntel de. O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-25112004-102348/ >.
    • APA

      Peña, Y. F., & Almeida, M. C. P. de. (2004). O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-25112004-102348/
    • NLM

      Peña YF, Almeida MCP de. O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-25112004-102348/
    • Vancouver

      Peña YF, Almeida MCP de. O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-25112004-102348/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: