Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Vidas arriscadas: um estudo sobre os jovens inscritos no tráfico de drogas em São Paulo (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FEFFERMANN, MARISA - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: JOVENS; VIOLÊNCIA; TRÁFICO DE DROGAS; TEORIA CRÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa constitui um estudo dos jovens inscritos no tráfico de drogas na cidade de São Paulo. Jovens que vivem uma realidade na qual a violência permeia quase todas as relações, e a morte é uma das conseqüências mais constantes. São a parte perceptível do tráfico, a que exibe toda a violência incrustada em sua economia ilegal, aqueles que são um apêndice, a um tempo indispensável e descartável, nas conexões internacionais da "indústria" do tráfico de drogas, uma das de maior rendimento da atualidade. Pretende-se com este estudo contribuir para descaracterizar como doentias as infrações realizadas por eles, pois a razão delas se encontra em contexto maior. Ao desvelar as máscaras sob as quais a sociedade encobre suas engrenagens, procura-se mostrar os elos do qual fazem parte o comércio de drogas, o movimento do capital e o papel desses jovens. A pesquisa busca escutar estes jovens a partir da tensão existente entre indivíduo e sociedade e das rupturas e continuidades desta relação, em condições que podem ser consideradas quase irracionais. Beirando a barbárie. As condições oferecidas pela sociedade buscam camuflar esta dominação e violência, e quanto à realidade estudada - o tráfico de drogas - a irracionalidade da sociedade é visiva de modo exacerbado. Esta nitidez ocorre por elementos que são constitutivos de uma realidade, em que a lógica do capital, por fim, imputa ao indivíduo o papel de manter e reverberar esta violência. Almejou-se traçar um percursopara assinalar alguns fios condutores que, ao se entrelaçarem, oferecem uma possibilidade de reflexão para um fenômeno tão intricado como o tráfico de drogas e especificamente em relação aos jovens que "trabalham" vendendo drogas ilícitas. Entre estes fios condutores, trabalhou-se a urbanização da cidade e a relação desse processo com o crescimento do crime; a natureza do crack como multiplicador da violência existente; ) a ausência e/ou a ineficiência do Estado de cumprir o seu dever. São características que definem a especificidade do tráfico de São Paulo. A complexidade destes discursos permitiu a percepção dessa realidade de vários aspectos, como se segue: o mundo do trabalho, ou seja, a inserção destes jovens nas relações de trabalho de um comércio ilegal de drogas; o contrato social, em que se apresenta as formas que regulam as relações sociais existentes no tráfico; a crueldade como espetáculo: a violência tanto da polícia como do traficante e aquela resultante das relações que envolvem droga denominada por "crack". O último tópico a ser tratado é como estas questões discorridas ao longo do trabalho, marcam as subjetividades destes jovens. Essa subjetividade é constituída por comportamentos compulsivos, talvez por conta do risco, quando a astúcia é a forma empregada o tempo inteiro na tentativa de contornar as situações opressivas do cotidiano, e a crueldade como a resposta a numerosas humilhações sofridas Com base nestas reflexões, a análise do contextosocial em que tais jovens estão inscritos recebeu o influxo da Teoria Crítica, utilizando-se particularmente a crítica radical à indústria cultural como instrumento para desvelar a urdidura da sociedade industrial atual. A análise dos aspectos econômicos teve influência da teoria marxista, imprescindível para o entendimento dos característicos da sociedade capitalista. A análise das entrevistas também foi apoiada, nos aspectos pertinentes, pela teoria psicanalítica de Freud
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300014481T HM291 F295v v.2 e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FEFFERMANN, Marisa; MELLO, Sylvia Leser de. Vidas arriscadas: um estudo sobre os jovens inscritos no tráfico de drogas em São Paulo. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Feffermann, M., & Mello, S. L. de. (2004). Vidas arriscadas: um estudo sobre os jovens inscritos no tráfico de drogas em São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Feffermann M, Mello SL de. Vidas arriscadas: um estudo sobre os jovens inscritos no tráfico de drogas em São Paulo. 2004 ;
    • Vancouver

      Feffermann M, Mello SL de. Vidas arriscadas: um estudo sobre os jovens inscritos no tráfico de drogas em São Paulo. 2004 ;