Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Impasses da educação continuada: a visão dos trabalhadores da enfermagem sobre o processo de trabalho, as tecnologias e a aprendizagem no trabalho (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CUNHA, MARIA ADELINA DA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: No contexto da globalização, por meio da automação e da revolução eletrônica, a mão de obra vem sendo substituída pela máquina. A busca do lucro avança para o controle do trabalho intelectual e capacidade intelectual passa a ser uma mercadoria capaz de agregar lucro aos produtos e serviços. Na área de saúde, esse processo revela-se na constante incorporação das novas tecnologias e nos pressupostos dos serviços da educação continuada. Objetivos: O presente estudo insere-se nesse debate, tendo como objetivos analisar a maneira como os trabalhadores da enfermagem, que atuam no cuidado direto vivenciam o processo de aprendizagem no dia-a-dia e analisar o sentido atribuído por esses trabalhadores à educação continuada. Metodologia: Para a realização desses objetivos, foram entrevistadas em profundidade 25 trabalhadoras das equipes de enfermagem, das categorias de auxiliares técnicos, em setores onde o processo de trabalho envolve alta tecnologia. A pesquisa foi realizada em um hospital público e um hospital privado no Município de São Paulo, entre os meses de setembro a abril de 2004. Resultados e discussão: O processo da reestruturação produtiva acompanhada das novas tecnologias e da precarização no trabalho incide no próprio significado do trabalho da enfermagem. Emerge da fala dos sujeitos a centralidade do cuidado humanizado mo processo de trabalho para a própria construção da identidade desses trabalhadores. Esse cuidado envolve o contato ea construção de uma relação de confiança com o usuário. Embora a importância do saber técnico não seja descartada nas suas falas, a centralidade que as tecnologias vem ganhando no processo de trabalho é vista como um obstáculo ao cuidado humanizado. A educação continuada, nesse processo, não é reconhecida pelos trabalhadores no seu conjunto e não há uma concepção dessas atividades como um processo amplo. Esse fato indica que a educação continuada pode vir a Ter um papel importante e mobilizador das potencialidades dos trabalhadores ao resgatar uma concepção mais ampla voltada para o desenvolvimento dos profissionais. Considerações finais: A compreensão da experiência, da identidade e dos saberes dos trabalhadores da enfermagem contribui para a re-construção do próprio sentido da profissão. Nesse âmbito, a educação continuada pode configurar-se como um campo de reflexão sobre a assistência da enfermagem, suas contradições e ambivalências, em um mundo em transformação.(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800035430Dr 694
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CUNHA, Maria Adelina da; CORNETTA, Vitória Kedy. Impasses da educação continuada: a visão dos trabalhadores da enfermagem sobre o processo de trabalho, as tecnologias e a aprendizagem no trabalho. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Cunha, M. A. da, & Cornetta, V. K. (2004). Impasses da educação continuada: a visão dos trabalhadores da enfermagem sobre o processo de trabalho, as tecnologias e a aprendizagem no trabalho. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cunha MA da, Cornetta VK. Impasses da educação continuada: a visão dos trabalhadores da enfermagem sobre o processo de trabalho, as tecnologias e a aprendizagem no trabalho. 2004 ;
    • Vancouver

      Cunha MA da, Cornetta VK. Impasses da educação continuada: a visão dos trabalhadores da enfermagem sobre o processo de trabalho, as tecnologias e a aprendizagem no trabalho. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: