Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo teórico-observacional de regiões de formação estelar extragalácticas (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERNANDES, IRANDERLY FERNANDES DE - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Subjects: MEIO INTERESTELAR
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com base na observação e estudo de 14 galáxias que apresentavam em seu espectro o perfil de linhas característico de estrelas Wolf-Rayet, WR. Os dados observacionais foram obtidos no telescópio de 200" de Palomar e no 3.60m NTT do ESO. A presença de estrelas, WR nitrogenadas, WN, foi confirmada em todas as galáxias da nossa amostra através do perfil alargado de Hell LÂMBDA 4686. A presença de estrelas WR carbonadas, WC, foi observada em nove galáxias de nossa amostra através da medida dos perfís alargados de CIV LÂMBDA 5696 e CIIILÂMBDA5808. Reportamos, pela primeira vez, a presença de estrelas WR em NGC 450. A relação entre a razão do número de estrelas WR e o de estrelas O Nwr/No e abundância do gás foi comparada com as previsões dos modelos de formação estelar. Para galáxias de baixa metalicidade, o evento de formação estelar é melhor representado por um surto instantâneo e uma função de massa inicial -2.358.4, o evento deve corresponder a um surto estendido com duração de 2 a 4 Mega-anos e uma função de massa de Salpeter (GAMA=2.35). A presença de bandas de TiO (LÂMBDA6250) indicativo de uma população adjacente mais velha e a razão Nwc/Nwn indicam que essas galáxias se encontram em um estágio tardio do aparecimento de estrelas WR. As propriedades físicas do gás foram obtidas das observações espectroscópicas utilizando os métodosempíricos disponíveis na literatura. Para testar a validade desses resultados, desenvolvemos um método de simulação de uma fenda real e empregamos nos modelos de fotoionização. juntamente com análise do efeito da variação da área de cobertura da fenda, testamos o do efeito da profundidade óptica para reproduzir a diferença encontrada entre as taxas de formação estelar obtidas a partir de H ALFA e [OII] LÂMBDA3727. A técnica de fenda virtual ) empregada nos modelos foi particularizada para o ajuste das linhas em emissão das galáxias MRK 375, NGC 4861 e NGC 5471.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.10.2004

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200023457CD-ROM 462
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Iranderly Fernandes de; VIEGAS, Sueli Maria Marino. Estudo teórico-observacional de regiões de formação estelar extragalácticas. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Fernandes, I. F. de, & Viegas, S. M. M. (2004). Estudo teórico-observacional de regiões de formação estelar extragalácticas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Fernandes IF de, Viegas SMM. Estudo teórico-observacional de regiões de formação estelar extragalácticas. 2004 ;
    • Vancouver

      Fernandes IF de, Viegas SMM. Estudo teórico-observacional de regiões de formação estelar extragalácticas. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: