Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mineralização bruta de nitrogênio em um Molisol do sudeste da província de Buenos Aires (Argentina) (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIDELA, CECILIA DEL CARMEN - CENA
  • USP Schools: CENA
  • Subjects: LAVOURA
  • Language: Português
  • Abstract: A intensificação da agricultura convencional que ocorreu nas últimas décadas na região Sudeste da Província de Buenos Aires (Argentina), provocou degração das propriedades do solo e redução da fertilidade nitrogenada, apesar dos níveis relativamente elevados da matéira orgânica nesse solo. A inclusão de pastagens (P) nas rotações agrícolas e a adoção da semeadura direta (SD), como manejos alternativos à lavoura convencional (LC), visam deter a degração desse solo. A adoção de diferentes sistemas de manejo influem na dinâmica do nitrogênio no solo, modificando a sua disponibilidade às plantas. Com base nesta hipótese, o objetivo deste trabalho foi o de quantificar os processos de mineralização, nitrificação e consumo brutos do nitrogênio em um Molisol do SE da Província de Buenos Aires, manejado durante 17 anos com LC e transformado para P ou SD continua...) Os processos brutos do ciclo do nitrogênio foram quantificados pela técnica da diluição do isótopo 'ANTPOT. 15N'. Foram realizados os seguintes experimentos: (a) avaliação em laboratório de taxas de mineralização bruta (TMB), consumo bruto ( TNB) em amostras deformadas e em condições de umidade e temperatura constantes; (b) avaliação dos efeitos do manejo na distribuição das frações granulométricas da matéria orgâniza; (c) avaliação das realações entre os processos brutos do ciclo do nitrogênio e as frações granulométricas da matéria orgânica (d) avaliação em laboratório dos efeitos datemperatura e da umidade do solo nas TBM e TCB e (e) determinações de TMB e TCB em campo durante o ciclo da cultura de milho dos manejos SD, LC e pastagem. A metodologia de diluição do sótopo 'ANTPOT. 15N' permitiu a determinação de taxas de mineralização e de consumo bruto em solo com diferentes sistemas de manejo, tanto em condições de laboratório, com amostras deformadas, quanto diretamente em campo, com amostras indeformadas continua... ) Na quantificação da taxa de nitrificação bruta, a marcação so solo com amônio- 'ANTPOT. 15N' não se mostrou adequado, levando a resultados muitovariáveis, com evidencias de estimulação pelo substrato. Em todos os experimentos a TCB foi maior que a TMB e as quantidades totais consumidas superaram àquelas mineralizadas. Após seis anos da implantação dos manejos alternativos à LC (SD e P), os processos brutos de transformação do nitrogênio no slo apresentaram marcante estratificação, sendo maiores nas camadas superficiais do solo. As TMB da pastagem foram maiores às da LC, indicando melhora na condição biológica do solo, enquanto SD somente manifestou uma tendencência nesse sentido continua ... ) Nos três manejos, grandes quantidades de C e N estiveram presentes nas frações <50 µm, nas quais, a matéria orgânica tem alta proteção física e não foi modificada pelo manejo. A pastagem acumulou maior quantidade de C e de N nas frações leves >50 µm que LC. Não se encontrou um padrão simples relacionando a TMB e a TCB com asvariáveis das frações granulométricas. Equações de regressão múltiplas para LC incluíram o C e N das frações mais finas, enquanto que para P apareceram as frações leves maiores que 50 µm, sugerindo recuperação da MO do solo continua ... ) A temperatura e a umidade do solo modificaram as TMB e TCB, sendo que as maiores taxas ocorreram a 25°C e a 70% MCR. LC não apresentou resposta nem a temperatura nem a umidade de solo. Em determinações feitas em campo, após de 9 anos de instalados os manejos, as variações das TMB e TCB foram associadas, principalmente, às variações na umidade do solo. As TMB e TCB na pastagem foram geralmente maiores que as de LC e SD. SD apresentou maiores TMB e TCB que LC no final do ciclo do milho. As quantidades mineralizadas e consumidas por SD foram significativamente maiores às correspondentes de LC, embora a cultura de milho não foi beneficiada por essas diferenças devido a disponibilidade de N no solo não coincidir com os estádios de máxima demanda pelas plantas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2004
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CENA12800000877(043) V652m 10168
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIDELA, Cecilia del Carmen; TRIVELIN, Paulo Cesar Ocheuze. Mineralização bruta de nitrogênio em um Molisol do sudeste da província de Buenos Aires (Argentina). 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64132/tde-09022006-183655/ >.
    • APA

      Videla, C. del C., & Trivelin, P. C. O. (2004). Mineralização bruta de nitrogênio em um Molisol do sudeste da província de Buenos Aires (Argentina). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64132/tde-09022006-183655/
    • NLM

      Videla C del C, Trivelin PCO. Mineralização bruta de nitrogênio em um Molisol do sudeste da província de Buenos Aires (Argentina) [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64132/tde-09022006-183655/
    • Vancouver

      Videla C del C, Trivelin PCO. Mineralização bruta de nitrogênio em um Molisol do sudeste da província de Buenos Aires (Argentina) [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64132/tde-09022006-183655/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: